tabelas de organização

Comentários 6 Padrão

Em fevereiro postei fotos no Instagram sobre as tabelas de organização que estou usando aqui em casa, e recebi muitas mensagens pedindo pra falar mais detalhadamente sobre elas.

Eu uso planilhas pra me orientar desde sempre. Elas têm uma função muito importante na minha organização. Sempre que eu me sinto sobrecarregada eu tento organizar algumas tarefas em tabelas. Quando eu faço isso, percebo que libera espaço em minha mente, que eu posso usar para me concentrar em outras atividades, ao invés de ficar lembrando das coisas mais óbvias e rotineiras.

E bem, com os comentários de vocês no Instagram eu percebi que muitas outras pessoas estão precisando encontrar uma forma de organizar a vida também, e resolvi escrever sobre isso pra ver se de repente meu jeito pode funcionar pra você também, ou te inspirar a encontrar uma forma que funcione.

Então, pra começar, eu vou tentar explicar como eu divido meus afazeres atualmente, pra que vocês possam compreender exatamente onde entram as planilhas, ok?

***

Hoje eu tento encaixar tudo o que eu tenho pra fazer em três categorias:

  1. Compromissos esporádicos
  2. Pendências
  3. Tarefas e atividades rotineiras

Descrevendo assim parece que faço isso metodicamente, mas na verdade isso acontece de forma inconsciente mesmo, as funções vão aparecendo e se encaixando nessas categorias.

Vou falar de cada uma delas um pouco:

1) Os compromissos esporádicos são aqueles que não acontecem com frequência ou periodicidade, mas tem uma data e/ou um horário definidos pra acontecer. Em geral não se repetem (ou se repetem com freqüência baixa, como mensal ou bimestral) e vão se encaixando na agenda de acordo com a prioridade e a disponibilidade de tempo. Como por exemplo: consultas médicas ou odontológicas (minhas ou das crianças), reuniões de trabalho, compromissos sociais, visita de eletricista, encanador, revisão do carro, pagamento das atividades das crianças, de outros serviços, pintar o cabelo, etc.

Pra esse tipo de compromissos eu gosto de usar a agenda do Google. Eu tenho o aplicativo no celular e também uso no meu notebook. Cadastro o compromisso com detalhes (endereço, telefone, valor da consulta, etc.), uso uma cor quando o compromisso é meu, outra quando é do filho, outra quando é da filha e outra quando é da casa, do carro ou algum pagamento (a imagem é só ilustrativa, não é a minha agenda do Google, tá?).

calendar_ejemplo-max5vq4xzdmjtaz3t1r01z76ch4qv8hi7cjss4o8x8

E aí criei um hábito de olhar a agenda do Google todos os dias quando acordo, pra assimilar os horários dos compromissos e me preparar mentalmente pra ter aqueles horários livres (pra criar esse hábito eu criei um alarme no celular com o nome “checar a agenda” que tocava todas as manhãs, até que ficou algo automático pra mim).

***

2) As pendências também são tarefas que não acontecem com freqüência ou periodicidade, mas ao contrário dos compromissos esporádicos, elas não tem uma data ou hora definida pra ser realizadas. Algumas têm mais urgência, outras menos. Alguns exemplos bem genéricos poderiam ser: fazer um orçamento para um produto que precisa ser adquirido, agendar um serviço, levar ou buscar algo a algum lugar, separar um material para o filho levar para a escola, escrever um texto para o blog, editar fotografias de um evento, fazer uma faxina em algum armário ou ambiente da casa, e outras coisas assim.

IMG_20170323_231028_786

As pendências são a parte mais complicada da vida pra mim. Tenho infinitas pendências. Algumas são prioridades maiores, outras menores, e tenho algumas que vão ficando, ficando, chegam a se arrastar por meses na minha lista até que eu as resolvo ou finalmente desisto delas.

As minhas pendências eu preciso ter no papel. Já tentei usar a agenda do Google pra elas mas não funcionou. Eu uso listas mesmo. Tenho um caderninho pequeno de bolsa e vou usando as páginas pra fazer minhas listas de pendências (e rasgo as páginas fora quando concluo ou reescrevo cada lista, de modo que a lista está sempre na primeira página). Escrevo tudo o que precisa ser feito e vou riscando depois de concluir cada coisa (A-DO-RO riscar, melhor parte). Muitas vezes reescrevo a lista colocando as prioridades mais pra cima. Outras vezes faço um asterisco ao lado das coisas que precisam ser resolvidas naquele dia sem falta, e assim vou indo.

Mas eu já aprendi a não misturar listas. Por exemplo, lista de mercado não entra na minha lista de pendências. Nem mesmo no meu caderninho. Tenho um outro caderninho que fica na cozinha com uma caneta do lado, onde toda a família anota o que precisa ser comprado, e aí quando alguém vai ao mercado leva a lista.

Às vezes preciso fazer uma sublista. Na lista principal tem o item: comprar material de aquarela, por exemplo, então em outra página eu crio uma sublista com os itens a comprar, pincéis, cores de tintas, etc. Faço isso pra evitar que a lista principal fique muito poluída. Ela tem que ser limpa pra eu bater o olho e ver o que tenho que fazer.

Enfim, parece conversa de doido, mas funciona pra mim.

***

3) Tarefas e atividades rotineiras são, como o próprio nome diz, coisas que acontecem com freqüência e periodicidade. E, apesar de ter todas elas cadastradas no Google Agenda também, é pra esse tipo de tarefas que uso minhas planilhas, com a função de ter tudo isso bem exposto em um lugar pra onde olho o tempo todo, e assim tirar da memória todas essas coisas que precisam ser feitas sempre e que, se não estiverem no papel, ficam ocupando espaço na minha mente, que por natureza já é inquieta.

Vou mudando sempre a forma que organizo as planilhas. Cada vez que preciso delas, eu estudo um pouco a melhor forma de separar e classificar as tarefas e a partir disso crio as tabelas.

Desta vez eu separei em três tabelas diferentes:

3a) Atividades da família

3b) Organização do lar

3c) Tarefas das crianças no lar

***

3a) A tabela de atividades da família é muito simples, mas ajuda muito, especialmente quando o ano está começando e ninguém está acostumado com os dias e horários das atividades de cada um. (Eu modifiquei algumas coisas da nossa tabela real, especialmente dias e horários, por que não acho legal ter essas informações abertas assim, tá gente?)

atividades da família

Aqui entram as atividades extracurriculares das crianças, como esportes e artes, além de outros compromissos que tem dias fixos pra acontecer, como fazer a lição de casa (meu pequeno tem lição segundas, quartas e sextas, por exemplo), devolver o livro na biblioteca da escola todas as quartas, e assim por diante.

Você pode colocar aulas de idiomas, compromissos fixos como fisio, fono, psicanalista, reforço escolar, e tantas outras coisas que podem fazer parte da sua rotina e dos seus filhos.

Na daqui de casa também entram os meus compromissos fixos e os do Fá, já que assim toda a família sabe as atividades de todos e onde cada um vai estar ao longo do dia. Até os compromissos fixos do cão estão na tabela também (ela vai dois dias por semana na creche tocar o horror com os amigos caninos pra gastar um pouco das montanhas de energia que tem).

E eu pela primeira vez na vida fixei um dia pra fazer as compras da casa, porque estou sentindo muita necessidade de ter um dia certo pra isso, já que é uma tarefa que eu não gosto e que fica me incomodando diariamente quando está na lista de pendências.

Uma observação importante aqui, é que esta tabela serve pra organização de todas as pessoas da casa, então precisa ser compreendida por todos, inclusive os pequenos.

Este é o primeiro ano que eu faço uma planilha de atividades só pra toda família, porque meu pequeno agora sabe a ler (por este motivo também, todo o texto está em caixa alta, pra que ele possa ler com facilidade). Até o ano passado eu fazia pra cada criança uma tabela individual, e ao invés de texto, no lugar das atividades eu usava figurinhas, de uma criança fazendo lição de casa, jogando capoeira, nadando, fazendo ginástica, andando de skate, de acordo com as atividades que cada um tinha naquele dia.

atividades matiasatividades maluEntão, se seus filhos ainda não sabem ler, é preciso adaptar pra que eles possam compreender também.

***

3b) A tabela de organização do lar é pra mim e pro Fabricio apenas. A rotina de arrumação e limpeza sempre funcionou bem aqui em casa, embora nunca tenha sido colocada no papel antes. Desde que a gente casou, nós organizamos os dias pra cada coisa acontecer, e fomos adaptando ao longo do tempo e das mudanças da vida (nascimento da primeira filha, do segundo filho, fases de vida das crianças, mudanças de casa, de trabalho, de rotina, etc.).

Mas, como dividi com vocês no Instagram um tempinho atrás, nós tivemos uma grande mudança aqui em casa em Agosto do ano passado.

Nos vimos de uma hora para a outra sem ajuda com a casa. Independente dos motivos que levaram a isso, foi um impacto bem grande nas nossas rotinas.

Apesar de aqui em casa nunca termos tido babá, nós sempre tivemos ajuda com a limpeza da casa, das roupas e da louça. Quando casamos tínhamos uma pessoa que nos ajudava uma vez por semana. Depois mudamos para uma casa maior e contratamos ajuda duas vezes por semana. Tivemos a Malu, mudamos para o sobrado enquanto construíamos e, quando o Matias nasceu, passamos a ter ajuda três vezes na semana, e então a pessoa que trabalhava em nossa casa passou também a cozinhar nesses três dias. E finalmente, quando mudamos para esta casa, o Fá me convenceu que, pelo tamanho do imóvel deveríamos modificar o contrato para mensalista, cinco dias por semana pra limpar e cozinhar também.

Sem me prolongar nesse assunto, que pode se estender muito, já que há toda uma reflexão pra fazer a respeito, o que aconteceu foi que, em Agosto, após o fato que culminou em encerrarmos o contrato com a pessoa que trabalhava em nossa casa, tive uma oportunidade para repensar isso e, conversando com o Fá, decidimos tentar fazer as coisas de uma forma diferente.

E acabamos por resolver não contratar outra mensalista, nem mesmo diarista, mas apenas uma empresa para fazer a limpeza da casa, duas manhãs por semana. E neste mês nós mudamos de empresa e resolvemos tentar ver se funciona apenas uma manhã por semana, que é como estamos agora.

Então, veja, apesar de saber que para a grande maioria das famílias o normal é não ter ajuda, ou ter ajuda apenas uma vez por semana, e que não há nada de extraordinário nisso, é sim uma grande mudança pra nós, passar de ajuda 8 horas, 5 dias por semana, para apenas uma manhã por semana. O fato é que quando você tem tanta ajuda assim, você acaba usando o tempo que isso libera para outras tarefas, e quando é preciso assumir a casa novamente, num primeiro momento há uma sobrecarga até que os ajustes sejam feitos.

E com esta mudança toda e as tarefas da casa que assumimos, em fevereiro resolvi criar uma tabela pra facilitar a organização.

Apesar de não ter mudado nada da forma como vínhamos fazendo desde Agosto, o simples fato de a tabela com as tarefas de cada dia estar ali, na geladeira, já deixa a mente mais leve por não precisar estar lembrando de tudo o que tem que ser feito o tempo todo.

Então, depois de toda essa explicação que não sei se era mesmo necessária, segue a forma que organizei as tarefas de casa:

organização do lar

  • Lavar roupas segundas, quartas e sextas-feiras.
  • Lavar roupas de cama e banho às quintas-feiras.
  • Tirar o lixo às segundas e quintas-feiras.
  • Regar todas as plantas às quartas-feiras e algumas que precisam de mais água aos sábados também.

Procuro resolver tudo até a hora do almoço para ter as tardes livres para trabalhar enquanto as crianças estão na escola, mas não tenho conseguido me dedicar ao trabalho ainda. Parece que sempre tenho um monte de imprevistos acontecendo e me tomando este tempo

Bem, além dessas tarefas, na mesma planilha também tem as tarefas de todos os dias,  pra eu ter certeza que não serão esquecidas:

  • Planejar o almoço do dia seguinte na noite anterior (algo rápido para os dias que as crianças tem atividades pela manhã).
  • Preparar o lanche da escola.
  • Lavar a louça e organizar a cozinha após o almoço.
  • Organizar os outros ambientes da casa.

Fora isso eu vou administrando a limpeza da casa de acordo com a necessidade. Se tem pó, passo um pano, varro e assim por diante.

A empresa da faxina vem nas terças pela manhã, e nas quartas tem uma pessoa bem legal que retira algumas peças de roupa pra passar e devolve às sextas.

Bem, e essa planilha está relacionada também à terceira planilha da lista, certo?

***

3c) A planilha das tarefas das crianças no lar é, como o próprio nome diz, das crianças. É a versão da tabela 3b para os dois filhotes, e é algo que tem me deixado muito, muito feliz. A melhor parte de toda essa mudança, da qual acabei de falar, foi como todo mundo aqui em casa percebeu que é preciso que cada um faça sua parte pra que tudo funcione direitinho.

Vocês podem imaginar que, tendo uma funcionária trabalhando aqui todos os dias, os pequenos não fizessem quase nada por aqui. Na verdade eles tinham que guardar os brinquedos, guardar a roupa limpa e levar a roupa suja para o cesto. E esporadicamente faziam uma ou outra coisa. E, verdade seja dita, muitas vezes não guardavam os brinquedos.

Bem, quando decidimos pelas mudanças eu sentei e conversei com eles. E juntos conversamos sobre o que mais eles poderiam fazer para ajudar na casa. E ao longo de vários meses eles mesmos foram percebendo que podem fazer muitas coisas.

Então, quando criei as tabelas, em fevereiro, coloquei todas as tarefas que eles foram assumindo ao longo dos meses, e expliquei pra eles que se eles fizessem tudo direitinho e com alegria (leia-se, sem reclamar), iriam receber mesada aos sábados (semanada, na verdade), como recompensa pelo trabalho bem feito.

Eu já havia tentado implantar a semanada aqui em casa. Primeiro apenas dava o dinheiro aos sábados, mas percebi que para eles, não tinha valor aquele dinheiro que vinha tão fácil. Eles não pediam, eu não lembrava e acabamos esquecendo. Depois vinculei ao comportamento, mas essa foi uma experiência desastrosa, com muitas brigas e choros envolvidos, então também aboli. Mas dessa vez tenho que dizer que está funcionando muito bem. Já estamos há 5 ou 6 semanas com esse sistema e, não só eles estão fazendo as tarefas felizes, como tem orgulho do dinheirinho que estão recebendo (R$ 1 por ano de vida por semana).

Você pode pensar que isso não está certo, já que eles deveriam fazer as tarefas da casa para ajudar a família, e não por dinheiro, como eu também pensei antes de começar. Mas a verdade é que eu refleti sobre como é bom quando trabalhamos e recebemos o nosso próprio dinheiro, e como esta seria uma oportunidade legal para criar uma referência positiva de trabalhar e ser recompensados, e estamos todos felizes com o resultado.

De fato, nós quatro estamos muito unidos na missão de cuidar do nosso lar e de manter as coisas organizadas por aqui. Tenho nos sentido mais família do que nunca, todos trabalhando em parceria, procurando dividir o peso do trabalho, e fico muito feliz em ver como as crianças estão responsáveis e organizadas e querendo nos ajudar cada vez mais.

No momento, eles estão responsáveis por:

  • Arrumar suas camas pela manhã, com colcha e tudo mais às segundas, terças, quartas e sextas-feiras. Apenas dobrar lençol e cobertor aos sábados e domingos. Às quintas tirar as roupas de cama sujas e tentar colocar as limpas.
  • Pendurar os pijamas pela manhã e colocá-los pra lavar às segundas e quintas feiras.
  • Levar suas roupas sujas ao cesto grande aos domingos, terças e quintas à noite.
  • Guardar as roupas limpas nos armários às segundas, quartas e sextas à noite.
  • Tirar o lixo das lixeiras do banheiro, e das três lixeiras recicláveis que temos em casa e levar para as lixeiras grandes que ficam fora da casa às segundas e quintas de manhã.
  • Arrumar a mesa para o almoço todos os dias, e levar sua louça para a pia após todas as refeições.
  • Guardar os brinquedos e/ou materiais das atividades extracurriculares antes do almoço.
  • Guardar o material escolar depois de fazer a lição de casa, e as mochilas da escola no lugar certo. Deixar as garrafinhas de água da escola e loucinhas do lanche na pia da cozinha.
  • Organizar os quartos e preparar as camas antes de dormir.

Além disso, ela é responsável por soltar a Paçoca e colocar a comida dela pela manhã, e ele por fazer as bolinhas de meia e dobrar cuecas e calcinhas enquanto eu dobro as roupas limpas. E alguns dias, quando temos tempo, eu peço pra um ou outro lavar a louça do café da manhã, que é quase toda de plástico.

tarefas das crianças no lar

Fiquei pensando em como fazer caso eles não cumprissem as tarefas… se tiraria parte da mesada, e tal, mas a verdade é que até agora não precisei fazer nada, estão fazendo seus trabalhos como parte da rotina, sem reclamar nem considerar a possibilidade de não fazer, então está tudo bem.

***

E bem, essas são as três tabelas do momento, que estão funcionando muito bem por aqui. É importante que elas estejam bem à vista, e que todas as manhãs todo mundo leia as tabelas, senão elas não fazem muito sentido. Aqui temos uma cópia na geladeira e outra no hall de circulação dos quartos. E elas estão fixadas bem na altura das crianças, com exceção da 3b, que fica mais no alto.

Muitas de vocês pediram pra eu disponibilizar essas planilhas, e eu fiquei pensando em como fazer isso, já que cada família tem horários e rotinas bem diferentes, certo?

Então eu deixei as tabelas sem o texto do lado esquerdo, onde está escrito: manhã, almoço, tarde, fim de tarde ou noite, para que cada você possa preencher com o período que faz mais sentido pra sua família, ok? E acrescentei o sábado na planilha de Atividades, porque muitas famílias tem atividades aos sábados também. É só clicar no link abaixo da tabela pra salvar o PDF, ou clicar sobre a imagem pra abri-la em tamanho maior e salva-la em JPG.

atividades da família em brancoatividades da família

organização do lar em brancoorganização do lar

tarefas das crianças no lar em brancotarefas das crianças no lar

De qualquer forma, se você não se entender com minhas tabelas prontas, é bem simples criar uma planilha no Excel ou no Google Docs, que pode ser completamente personalizada às suas necessidades, certo? Acho que o mais importante é encontrar uma forma que funcione na sua casa, pras pessoas com quem você divide a vida.

Eu espero de verdade ter ajudado vocês a entender como eu faço, e quem sabe ter inspirado algumas pessoas a encontrar uma forma de se organizar também.

É muito libertador ter um sistema de organização e a disciplina de segui-lo, pelo menos pra mim. Ainda estou muito longe do ideal, volta e meia me pego super atarefada, correndo como uma doida pra dar conta de tudo, tentando encontrar uma forma de dedicar mais tempo para as crianças, para o trabalho, para o marido, para o blog, mas com certeza se eu não tivesse essas pequenas ferramentas seria ainda mais difícil. Eu continuo na busca por uma vida um pouco mais lenta e tranquila, e acredito que tenho dado pequenos passos nessa direção, usando ferramentas como estas e algumas outras também.

Mas este post já está bem grandão, então em algum outro momento eu volto pra falar de de alguns aplicativos que me ajudam a organizar outras coisas da vida, como ciclo menstrual, peso e foco no trabalho. Ah, e também de outras tabelas bem legais que usava quando as crianças eram bem pequenas (tabelas de comportamento, que funcionavam bem por períodos curtos).

Até mais.

Lahna :)

cadernos personalizados

Comentários 4 Padrão

Esses dias postei no Instagram um vídeozinho em time lapse do meu processo de encapar os cadernos das crianças.

E muita gente gostou do vídeo e pediu pra explicar melhor algumas coisas. Então eu postei umas dicas no Stories do Instagram, mas depois algumas pessoas pediram pra postar aqui no bloguito, pra ficar sempre à disposição.

As capas dos cadernos dos pequenos ficaram muito lindas, eu deixei que eles escolhessem os desenhos que mais gostavam no Freepik. Pra encontrar as imagens digitei “cute” (que significa fofo) na barra de busca e fui passando todas as páginas e salvando as ilustrações preferidas deles.

img_20170201_183736_003img_20170201_171145_733

A única exceção foi um dos cadernos do filhote, que ele queria com desenhos de Clash Royale (um jogo de celular). Este eu fiz usando imagens encontradas no Google Images, em formato PNG, que são bitmaps com fundo transparente.

Eu recebi muitos pedidos para compartilhar as artes que fiz para as capas dos cadernos, mas, como os desenhos que utilizei para as artes não são meus, eu realmente não me sinto confortável em compartilhar depois de ter manipulado as imagens.

Mas eu vou deixar aqui, no final do post, os links para os vetores que eu utilizei, e também uma arte bem linda que eu fiz, que foi do meu planner ano passado, e que eu adaptei pra encapar o caderno hoje pra fotografar este tutorial pra vocês, ok? :)

Então, vou explicar o processo todo, desde o começo.

As imagens que eu utilizei são vetores, e é preciso um editor de vetores pra trabalhar com elas. Eu uso o Corel Draw, porque foi com ele que aprendi a fazer isso, na época da faculdade, mas se fosse pra começar hoje, certamente eu usaria o Adobe Illustrator.

cadernos44

Bem, depois de escolhidas as imagens, eu criei um arquivo com o tamanho de cada caderno, achei um fundo que ficasse legal, apliquei o desenho, o texto, e depois imprimi.

Essas capas eu mandei imprimir em gráfica digital, porque como eu queria qualidade bem alta e eram muitas capas, eu ia gastar muita tinta em casa pra imprimir. Então aproveitei e pedi pra imprimir em papel adesivo, pra colar nos cadernos, mas isso não é necessário. Gastei R$ 45,00 na gráfica digital para as capas dos 11 cadernos, frente e verso.

A capa que eu usei hoje, pra fotografar o tutorial, eu imprimi em papel sulfite 120 gramas, na impressora de casa mesmo. E usei um caderninho de caligrafia que a filhota usa em casa pra treinar.

Então, de material, além das capas e dos cadernos, eu uso régua e estilete pra cortar as capas bem retinhas, tesoura ou estilete pra cortar o adesivo, uma flanela (ou qualquer paninho) levemente úmida, régua e/ou agulha para retirar possíveis bolhas, cola em bastão, caso o papel das capas não seja adesivo e papel Contact.

cadernos25

E aqui eu realmente indico o original Contact, porque as outras marcas que eu tentei tem o adesivo forte demais, então não permitem reposicionamentos e criam mais bolhas (isso não é um publieditorial, ok?).

cadernos26

Deixo tudo pronto, capas e Contact cortados do tamanho certo, antes de começar. Eu procuro deixar uma margem de 2 quadradinhos para cada lado do adesivo.

cadernos27

Então eu colo as capas personalizadas no caderno. Como hoje usei sulfite, passei cola em bastão e apliquei normalmente sobre a capa. Quando uso papel adesivo, tenho mais cuidado, pois não é possível reposicionar o adesivo depois de colado (ele fica cheio de marcas na impressão).

Aqui cabe uma observação: se você for colocar etiquetas com o nome do seu filho, matéria e turma, coloque sobre a capa, mas por baixo do Contact, assim ela também aguenta o ano inteiro. ;)

cadernos28cadernos29

Para aplicar o Contact, eu abro uma das pontas dele e faço uma dobra, assim:

cadernos30

Então posiciono o caderno aberto, com uma das pontas virada pra mim, e aplico o Contact.

cadernos31

Com a mão esquerda, eu vou tirando o papel protetor e com a direita eu vou passando a flanela levemente úmida, sempre aos poucos, pra evitar bolhas.

cadernos32

Quando chego na lombada do caderno, eu o fecho, e aplico o contact com ele fechado, fazendo bastante pressão.

cadernos33

Depois abro novamente o caderno e continuo até aplicar em todo o verso.

cadernos35

Quando termino de aplicar, pego a tesoura e faço 4 cortes no Contact, 2 em cima, e 2 embaixo, bem no centro do caderno, onde a capa dobra:

cadernos36

E corto as 4 pontas assim:

cadernos37

Aí dobro as bordas pra dentro, sempre começando pelo centro  e depois indo para os cantos, e sempre puxando bem pro plástico ficar bem rente à capa.

cadernos38

Nessa parte, quase sempre fica alguma bolha, ou dobra no Contact (olha ali embaixo, no canto inferior esquerdo).

cadernos41

Pra bolhas o melhor é usar uma agulha, mas pode ser uma régua também, ou até os dois.

No caso desses cadernos de brochura, a lombada vai continuar aparente, então é bom escolher capas que combinem com a cor original dos cadernos. Aqui não rolou porque esse era o único caderno que tinha em casa sem encapar, mas nos da escola eu tomei esse cuidado.

cadernos40

E bem, depois disso, o caderno está prontinho!

capa-frente

capa-verso

E olha, tem muitos outros jeitos de personalizar cadernos, que não precisam de habilidades com algum software específico, apenas criatividade e disposição.

Além de várias imagens legais, com boa qualidade, que é possível encontrar facilmente no Google Images, com jogos, personagens de desenhos animados, seriados e filmes, também fica bem bacana usar recortes de revistas, partes de cartazes, páginas de livros deixados de lado, papéis de presente, papéis de scrapbook, tecidos, washi tapes, adesivos, carimbos, fotos, desenhos feitos por você ou pelas crianças, aquarelas, mapas, folhas secas… são tantas possibilidades legais!

Pra quem quiser fazer com os desenhos que usei nos cadernos das crianças, seguem os links no Freepik:

Creepy characters in vintage style , Grunge style interiorCreepy halloween elements

Cute monster cartoon e Green starbust background

Hot air balloonsWatercolor skies background

Spring party flyer e Sunburst vintage background

Butterfly with floral wreath

Enjoyable cacti setZig zag vintage pattern

Lovely ice cream characters e Geometric colorful abstract background

Forest sitting animal collection, Cute fox birthday card e Nature pattern design

Rainbow kawaii pattern e Grunge metal red texture

E, por fim, se você gostou do meu layout da nuvenzinha chovendo amor, e quiser usar em algum dos seus cadernos ou em outra aplicação, eu estou disponibilizando abaixo em 6 tamanhos diferentes, frente e verso (são os 6 tamanhos de cadernos que meus filhos tem neste ano).

horizontal-frente-21x16cm   horizontal-verso-21x16cm

horizontal-frente-264x198cm   horizontal-verso-264x198cm

vertical-frente-146x21cm   vertical-verso-146x21cm

vertical-frente-192x275cm   vertical-verso-192x275cm

vertical-frente-198x255cm   vertical-verso-198x255cm

vertical-frente-205x283cm   vertical-verso-205x283cm

arte-da-nuvenzinha

Talvez tenha ficado tarde pra encapar os cadernos por aí. Demorei pra encapar porque aqui as aulas só começam na próxima segunda feira. Mas de qualquer forma, fica a dica para os próximos cadernos, né?

Ah, e se você fizer, mostra pra mim! Eu adoro ver as coisas que vocês criam inspirados por este bloguito aqui.

Até mais, e feliz ano letivo!

Lahna :)

ovinhos de giz de cera

Comentários 7 Padrão

Sábado eu postei duas imagens no Instagram (@casacomamor) que despertaram curiosidade em algumas pessoas, então eu achei que seria legal fazer um post rapidinho sobre as lembrancinhas de Páscoa que fizemos para os amiguinhos da escola neste final de semana.

pascoa 61Desde que minha primeira filha aprendeu a segurar um giz de cera, já se foram muitas e muitas caixinhas e giz soltos, que vieram de brinde em restaurantes, revistinhas, lembrancinhas em aniversários, ou que foram compradas. Giz de todos os tamanhos e cores que na grande maioria das vezes acabam quebrados em toquinhos sem utilidade.

E eu fui guardando, guardando, até que um pote se encheu e mais um, e mais outro.

Então, semana passada, passeando numa lojinha xing-ling, vi pra vender forminhas de silicone para chocolate com forma de ovinhos de Páscoa. E tive a ideia de transformar aqueles giz todos em ovinhos de giz para os coleguinhas da escola dos filhotes. As forminhas custavam baratinho, o giz eu já tinha, então o custo seria mínimo e o presentinho diferente.

Sábado eu peguei todo meu estoque de restos de giz e comecei a separar por cores: todos os tons de verde, todos os tons de azul e roxo, vermelhos com laranjas e bordôs, todos os tons de rosa e “cor de pele” (não gosto dessa definição), pretos com marrons e amarelos com brancos. Feito isso, comecei a picar todos os giz, o que chamou a atenção das crianças, que quiseram ajudar.

pascoa 111

pascoa 101

pascoa 91Depois de tudo picadinho, foi só distribuir nas forminhas e levar ao forno, e o resultado ficou bem legal:

pascoa 81

pascoa 71

Como eu errei a conta, achando que oitenta ovinhos seriam suficientes, e acabaram faltando dois, ontem a noite eu fiz esses dois e fotografei o processo pra mostrar pra vocês como é simples.

Depois de separar o giz de cera por cores, e picar em pedacinhos, tem que encher bem cada ovinho e colocar no forno já quente (180 graus).

pascoa 11Um dos segredos é não deixar muito tempo no forno, senão sua casa vira uma fumaceira, e o giz se separa muito, deixando uma camada transparente na parte de baixo que não colore. Então são poucos minutinhos, só para pegar bem o desenho da forminha.

pascoa 121Tira do forno e deixa descansar um pouco, uns cinco minutinhos, para dar uma primeira esfriada e endurecer um pouco. Depois disso leva ao freezer, por uns 15 minutos, e os giz estão prontinhos!

pascoa 141

pascoa 151Aqui em casa nós fizemos dois giz para cada amiguinho, e então colocamos em saquinhos plásticos.

pascoa 51

Eu fiz tags com coelhinhos, que prendemos com twine, e usamos como embalagem os mesmo saquinhos kraft de sempre, fechados com washi tape.

pascoa 21

pascoa 41E prontinho! Lembrancinhas para 41 crianças, com custo baixíssimo!

pascoa 131Uma dica pra agilizar o processo, enquanto uma fornada está derretendo (eu comprei duas forminhas de dez ovinhos cada), descansando e congelando, eu fui picando as outras cores, assim foi tudo bem tranquilo, deve ter levado pouco mais de duas horas pra fazer os 80 ovinhos de giz.

E você? Já transformou seus restinhos de giz em alguma coisa? Que tal aproveitá-los nesta Páscoa?

Uma ótima semana pra você!

Lahna :)

volta às aulas com carinho

Comentários 67 Padrão

Hoje os pequenos aqui voltaram à escola, e eu resolvi escrever esse post, que estava na fila há algum tempo pra aparecer por aqui.

Este ano eu resolvi começar a mandar o lanchinho de casa ao invés de contratar da cantina, como fazia antes.

Isso aconteceu por que, como são dois filhos frequentando a escola agora, o custo pra comprar de lá ficou alto demais.

E também porque, apesar dos meus não serem muito seletivos, tem algumas coisas que eles não curtem muito, e outras que eu também não curto muito que eles comam.

Então eu me organizei e acabou ficando super simples pra mandar de casa. Cada dia da semana eu escolho uma fruta, alguma coisa salgada e alguma coisa doce e um suquinho, e eles tem se alimentado super bem.

Aconteceu que, quando as aulas começaram, tive a ideia de fazer um desenhinho de uma carinha feliz no saco do lanche e fechá-lo com uma fita bonitinha, pra eles saberem que eu tinha preparado a comida com carinho e ficassem felizes ao abrir a mochila e encontrar o pacote.

Fiz correndinho, em dois minutos enquanto preparava tudo na correria de sair pra escola.

E no dia seguinte, eu resolvi fazer de novo, e de novo, e de novo, e pra não ficar sempre a mesma coisa, eu comecei a mudar as carinhas e as fitas, e depois comecei a desenhar outras coisas e inventar outros jeitos de decorar os saquinhos.

Muitas vezes eles só descobriam o que tinha desenhado nos saquinhos na hora que abriam as mochilas, e eles amaram ter essa expectativa de chegar na sala de aula e ver o desenho do lanche. Até as profes confessaram pra mim que ficavam esperando pra ver qual o desenho do dia. :)

E assim fizemos o primeiro semestre quase inteiro. Com exceção de alguns dias que a correria foi grande e não consegui cinco minutos pra desenhar, ou nos dias que acordei com inspiração zero. Mas a grande maioria dos dias rolou um desenhinho, às vezes mais caprichado, outras vezes mais preguiçoso, mas estava lá.

E hoje, com a volta às aulas, novamente o saquinho foi desenhado, e imagino que a hora que eles abriram as mochilas devem ter dado um sorrisinho por saber que a mami preparou o lanche pensando em fazê-los felizes.

É um gesto simples, mas eu sei que faz diferença pra eles. E faz diferença pra mim também.

Alguns dos desenhinhos que rolaram nesse primeiro semestre:

lanchitos 01

 

Os animais são com certeza o tema mais freqüente.

lanchitos 02

 

Frutas sorridentes também gostam de aparecer.

lanchitos 12

lanchitos 13

 

Adesivinhos são soluções fáceis para os dias em que o tempo está curto.

lanchitos 19

 

lanchitos 20

 

Monstros são super fáceis de desenhar e os pequenos adoram.

lanchitos 05

lanchitos 06

 

Legumes também mostram suas carinhas felizes.

lanchitos 10

lanchitos 11

 

Fantasminhas pra assustar a fome.

lanchitos 24

lanchitos 26

lanchitos 25

 

Os animais geralmente são separados por habitat.
Um dia eles são da fazenda, outro são animais de safari, outro da floresta e outro dia podem ser animais marinhos.

lanchitos 08

lanchitos 09

 

Também rolam lanchinhos temáticos.
Lanchinhos juninos, lanchinhos especiais de aniversário ou lanchinhos de Páscoa.

lanchitos 17

lanchitos 18

 

Nhac nhac.

lanchitos 04

 

Piu piu.

lanchitos 03

 

Às vezes os bichos também mandam recados para menininhas que não estão se alimentando direito.

lanchitos 15

lanchitos 16

 

As frutas também costumam falar.

lanchitos 22

lanchitos 23

 

Dentro do saco de lanche, muitas vezes há saquinhos menores, que vão com identificação da comidinha que guardam.

lanchitos 33

 

E quando tenho mais tempo pra preparar tudo, às vezes eu brinco com carimbos.

lanchitos 39

lanchitos 38

 

Dias sem inspiração geralmente são assim:

lanchitos 31

 

Quando tem um alimento que precisa de talher pra comer, ele vai do lado de fora do saquinho.

lanchitos 36

lanchitos 35

 

Aproveitamento de sobras de material de festa:

lanchitos 37

 

Às terças sempre é dia da fruta, então além da fruta do lanche sempre envio um pacotinho separado com a escolha do dia:

lanchitos 42

lanchitos 34

 

Às vezes eu não sei como desenhar um bicho e procuro uma ilustração no Google Images pra me ajudar.

lanchitos 40

lanchitos 41

 

Mais aproveitamento de sobras de festa:

lanchitos 27

 

Quando temos bastante tempo antes de sair (muito, muito raro) eles mesmos colorem os desenhos:

lanchitos 30

 

E os pacotinhos às vezes também ilustram o clima daquele dia.

lanchitos 43

lanchitos 44

Outras vezes eu me empolgo e gasto tempo demais nos desenhos, e acaba não sobrando tempo pra fotografar.

Então algumas coisas bem legais acabam ficando sem registro, como bicicletas, matrioskas, bolos de aniversário e mais alguns. Mas mesmo sem ter registrado cada um dos pacotinhos cumpriu sua função de levar uma porçãozinha de alegria para os filhotes.

E mesmo pra quem não manda lanchinho de casa, dá pra deixar um pouco de alegria pra surpreender os pequenos. Esses tempos eu participei de um curso que tomou alguns dias inteiros, e pra facilitar contratei o lanche da cantina pra essas datas.

Mas dentro da mochila de cada um, junto da agenda, foi um cartãozinho com um desenho e um recadinho simples, compreensível mesmo pra quem não sabe ler.  :)

Essas sementinhas de amor que plantamos no coração das crianças podem fazer uma grande diferença em suas vidas no futuro, né? Quem sabe?

Sentir-se amado e querido faz bem pra auto estima de qualquer pessoa.

Quem sabe esse post também te dê algumas ideias. Espero que seja um semestre super legal e produtivo para mamis e filhotes.

Lahna :)

 

a festa pirata na escola

Comentários 101 Padrão

Então, continuando a série de posts de festas de aniversário de criança, hoje é a vez de mais uma festinha de escola, desta vez com tema pirata.

Essa festa foi feita para uma duplinha de aniversariantes, um menino e uma menina.

A ideia da festa partiu da garotinha, e me inspirou de imediato.

Tive muitas ideias mas precisei editar bastante, já que em festa de escola não dá pra levar muitas coisas e a gente tem pouco tempo pra ajeitar tudo, então tem que estar tudo pronto e ser tranquilo pra transportar e montar.

Mas mesmo assim deu pra fazer muitas coisas super legais.

Este foi o convite. Fiz dois piratinhas loiros, porque os aniversariantes são loirinhos, e resolvi usar azul claro também, ao invés de só vermelho, preto e branco.

festa pirata 28

Além disso, usei textura de madeira antiga em praticamente todo o material, e adorei o efeito!

Fiz bauzinhos do tesouro, um pra cada convidado, e enchi de moedas de chocolate.

festa pirata 01

festa pirata 02

Também fiz navios pirata, para substituir as marmitinhas.

festa pirata 05

Os navios foram os preferidos das crianças (e os meus também).

festa pirata 04

festa pirata 06

Fiz tags para cupcakes, em quatro versões diferentes.

festa pirata 10

festa pirata 11

Eu amei os piratinhas, mas apaixonei pelo meu papagaio de pirata. :)

festa pirata 09

Os convidados ganharam chapeuzinhos pretos simples com tag de caveira.

festa pirata 07

festa pirata 08

E os aniversariantes ganharam chapéus especiais de pirata e tapa-olhos.

festa pirata 15

Também fiz sucos pirata.

festa pirata 12

festa pirata 13

festa pirata 14

E o saquinho de lembrancinhas:

festa pirata 17

festa pirata 20

festa pirata 18

Dentro da sacolinha havia um tapa olho, alguns adesivos e pirulitos pirata. A princípio o baú do tesouro seria uma lembrancinha também, mas dentro do saquinho ele iria abrir e derramar as moedas, então optei por colocá-lo na mesa.

festa pirata 22

Ah, também fiz moedas de ouro pra colocar sobre a toalha de mesa:

festa pirata 23

festa pirata 24

festa pirata 25

E roupinha pra combinar com a festa.

festa pirata 29

E tudo pronto ficou assim:

festa pirata 35

Achei legal que a toalha de mesa azul parecia um “mar” para os naviozinhos.

festa pirata 34

O kit de cada aluno:

festa pirata 30

festa pirata 36

Dentro do navio os salgados e docinhos.

festa pirata 31

Um mini cupcake para cada um.

festa pirata 32

O tesouro de moedas de chocolate.

festa pirata 33

E os balões de caveira.

festa pirata 37

Então, não é um tema super bacana?

E fez muito sucesso com os pequenos, viu?

Então, agora ficou faltando só uma festa pra postar dessa última chuva de festas. E é a minha preferida das quatro, ficou linda, linda, só que são muitas fotos, então preciso de tempo pra postar.

Mas vou tentar fazer isso logo, ok?

Ah, e também fotografei a receita do cachorro quente “gourmet”, e postarei logo.

E tenho mais um montão de novidades pra postar, só me falta um computador e tempo! ;)

Em breve volto com tudo isso.

Boa semana curtinha!

Lahna :)