cadernos personalizados

Comentários 4 Padrão

Esses dias postei no Instagram um vídeozinho em time lapse do meu processo de encapar os cadernos das crianças.

E muita gente gostou do vídeo e pediu pra explicar melhor algumas coisas. Então eu postei umas dicas no Stories do Instagram, mas depois algumas pessoas pediram pra postar aqui no bloguito, pra ficar sempre à disposição.

As capas dos cadernos dos pequenos ficaram muito lindas, eu deixei que eles escolhessem os desenhos que mais gostavam no Freepik. Pra encontrar as imagens digitei “cute” (que significa fofo) na barra de busca e fui passando todas as páginas e salvando as ilustrações preferidas deles.

img_20170201_183736_003img_20170201_171145_733

A única exceção foi um dos cadernos do filhote, que ele queria com desenhos de Clash Royale (um jogo de celular). Este eu fiz usando imagens encontradas no Google Images, em formato PNG, que são bitmaps com fundo transparente.

Eu recebi muitos pedidos para compartilhar as artes que fiz para as capas dos cadernos, mas, como os desenhos que utilizei para as artes não são meus, eu realmente não me sinto confortável em compartilhar depois de ter manipulado as imagens.

Mas eu vou deixar aqui, no final do post, os links para os vetores que eu utilizei, e também uma arte bem linda que eu fiz, que foi do meu planner ano passado, e que eu adaptei pra encapar o caderno hoje pra fotografar este tutorial pra vocês, ok? :)

Então, vou explicar o processo todo, desde o começo.

As imagens que eu utilizei são vetores, e é preciso um editor de vetores pra trabalhar com elas. Eu uso o Corel Draw, porque foi com ele que aprendi a fazer isso, na época da faculdade, mas se fosse pra começar hoje, certamente eu usaria o Adobe Illustrator.

cadernos44

Bem, depois de escolhidas as imagens, eu criei um arquivo com o tamanho de cada caderno, achei um fundo que ficasse legal, apliquei o desenho, o texto, e depois imprimi.

Essas capas eu mandei imprimir em gráfica digital, porque como eu queria qualidade bem alta e eram muitas capas, eu ia gastar muita tinta em casa pra imprimir. Então aproveitei e pedi pra imprimir em papel adesivo, pra colar nos cadernos, mas isso não é necessário. Gastei R$ 45,00 na gráfica digital para as capas dos 11 cadernos, frente e verso.

A capa que eu usei hoje, pra fotografar o tutorial, eu imprimi em papel sulfite 120 gramas, na impressora de casa mesmo. E usei um caderninho de caligrafia que a filhota usa em casa pra treinar.

Então, de material, além das capas e dos cadernos, eu uso régua e estilete pra cortar as capas bem retinhas, tesoura ou estilete pra cortar o adesivo, uma flanela (ou qualquer paninho) levemente úmida, régua e/ou agulha para retirar possíveis bolhas, cola em bastão, caso o papel das capas não seja adesivo e papel Contact.

cadernos25

E aqui eu realmente indico o original Contact, porque as outras marcas que eu tentei tem o adesivo forte demais, então não permitem reposicionamentos e criam mais bolhas (isso não é um publieditorial, ok?).

cadernos26

Deixo tudo pronto, capas e Contact cortados do tamanho certo, antes de começar. Eu procuro deixar uma margem de 2 quadradinhos para cada lado do adesivo.

cadernos27

Então eu colo as capas personalizadas no caderno. Como hoje usei sulfite, passei cola em bastão e apliquei normalmente sobre a capa. Quando uso papel adesivo, tenho mais cuidado, pois não é possível reposicionar o adesivo depois de colado (ele fica cheio de marcas na impressão).

Aqui cabe uma observação: se você for colocar etiquetas com o nome do seu filho, matéria e turma, coloque sobre a capa, mas por baixo do Contact, assim ela também aguenta o ano inteiro. ;)

cadernos28cadernos29

Para aplicar o Contact, eu abro uma das pontas dele e faço uma dobra, assim:

cadernos30

Então posiciono o caderno aberto, com uma das pontas virada pra mim, e aplico o Contact.

cadernos31

Com a mão esquerda, eu vou tirando o papel protetor e com a direita eu vou passando a flanela levemente úmida, sempre aos poucos, pra evitar bolhas.

cadernos32

Quando chego na lombada do caderno, eu o fecho, e aplico o contact com ele fechado, fazendo bastante pressão.

cadernos33

Depois abro novamente o caderno e continuo até aplicar em todo o verso.

cadernos35

Quando termino de aplicar, pego a tesoura e faço 4 cortes no Contact, 2 em cima, e 2 embaixo, bem no centro do caderno, onde a capa dobra:

cadernos36

E corto as 4 pontas assim:

cadernos37

Aí dobro as bordas pra dentro, sempre começando pelo centro  e depois indo para os cantos, e sempre puxando bem pro plástico ficar bem rente à capa.

cadernos38

Nessa parte, quase sempre fica alguma bolha, ou dobra no Contact (olha ali embaixo, no canto inferior esquerdo).

cadernos41

Pra bolhas o melhor é usar uma agulha, mas pode ser uma régua também, ou até os dois.

No caso desses cadernos de brochura, a lombada vai continuar aparente, então é bom escolher capas que combinem com a cor original dos cadernos. Aqui não rolou porque esse era o único caderno que tinha em casa sem encapar, mas nos da escola eu tomei esse cuidado.

cadernos40

E bem, depois disso, o caderno está prontinho!

capa-frente

capa-verso

E olha, tem muitos outros jeitos de personalizar cadernos, que não precisam de habilidades com algum software específico, apenas criatividade e disposição.

Além de várias imagens legais, com boa qualidade, que é possível encontrar facilmente no Google Images, com jogos, personagens de desenhos animados, seriados e filmes, também fica bem bacana usar recortes de revistas, partes de cartazes, páginas de livros deixados de lado, papéis de presente, papéis de scrapbook, tecidos, washi tapes, adesivos, carimbos, fotos, desenhos feitos por você ou pelas crianças, aquarelas, mapas, folhas secas… são tantas possibilidades legais!

Pra quem quiser fazer com os desenhos que usei nos cadernos das crianças, seguem os links no Freepik:

Creepy characters in vintage style , Grunge style interiorCreepy halloween elements

Cute monster cartoon e Green starbust background

Hot air balloonsWatercolor skies background

Spring party flyer e Sunburst vintage background

Butterfly with floral wreath

Enjoyable cacti setZig zag vintage pattern

Lovely ice cream characters e Geometric colorful abstract background

Forest sitting animal collection, Cute fox birthday card e Nature pattern design

Rainbow kawaii pattern e Grunge metal red texture

E, por fim, se você gostou do meu layout da nuvenzinha chovendo amor, e quiser usar em algum dos seus cadernos ou em outra aplicação, eu estou disponibilizando abaixo em 6 tamanhos diferentes, frente e verso (são os 6 tamanhos de cadernos que meus filhos tem neste ano).

horizontal-frente-21x16cm   horizontal-verso-21x16cm

horizontal-frente-264x198cm   horizontal-verso-264x198cm

vertical-frente-146x21cm   vertical-verso-146x21cm

vertical-frente-192x275cm   vertical-verso-192x275cm

vertical-frente-198x255cm   vertical-verso-198x255cm

vertical-frente-205x283cm   vertical-verso-205x283cm

arte-da-nuvenzinha

Talvez tenha ficado tarde pra encapar os cadernos por aí. Demorei pra encapar porque aqui as aulas só começam na próxima segunda feira. Mas de qualquer forma, fica a dica para os próximos cadernos, né?

Ah, e se você fizer, mostra pra mim! Eu adoro ver as coisas que vocês criam inspirados por este bloguito aqui.

Até mais, e feliz ano letivo!

Lahna :)

o cachorro quente “gourmet”

Comentários 18 Padrão

Então, depois da festa da galinha muita gente pediu a receita do meu cachorro quente gourmet.

Não sei se é possível classificá-lo como gourmet, mas eu o chamo assim porque eu mudei algumas coisas da receita original que eu conheci.

Eu faço isso sempre. Adoro dar um toque pessoal às receitas e quase sempre acabo gostando mais do meu jeito de fazer.

Basicamente o que eu faço é adicionar temperos diferentes (especialmente ervas frescas, que eu adoro) e trocar ingredientes comuns por uns mais legaizinhos.

E foi isso que fiz com o cachorro quente.

Então vamos à receita:

Ingredientes

Essa é a quantidade que faço para nós quatro aqui em casa (dois adultos, duas crianças), mas para a festa eu dobrei a receita.

novo06_0743

– 4 linguiças tipo calabresa fininhas

– 1/2 cebola (se tiver da roxa, fica mais gostoso)

– 1 dente de alho

– 3 ou 4 ramos de alecrim fresco

– 1 lata de tomates pelados

– 1 colher de sopa de mostarda dijon

– 1 colher de sopa de ketchup de boa qualidade

– 1 colher de sopa de manteiga

– sal e pimenta do reino moída na hora

Preparo:

Eu vou explicar bem explicadinho, para os leigos na cozinha, ok? Se você for expert, ignore os passos óbvios.

– Pique a cebola bem picadinha.

novo 06_0754

– Corte as linguiças em fatias finas

novo 06_0757

– Pique o alho bem picadinho

novo 06_0758

– Tire somente os tomates da lata e pique-os (guarde o suco na lata)

novo 06_0761

– Coloque a manteiga na panela, deixe derreter bem e ficar dourada.

novo 06_0755

– Coloque a cebola para dourar

novo 06_0756

– Quando estiver bem douradinha, coloque as fatias de linguiça pra fritar um pouco, e logo em seguida o alho

novo 06_0759

– Depois que estiver bem fritinho, coloque os tomates picados e o suco dos tomates, que ficou na lata.

novo 06_0763

– Tempere com sal e pimenta do reino moída na hora.

novo 06_0768

– Deixe cozinhar por 2 ou 3 minutos, e em seguida acrescente uma colher de sopa de mostarda dijon

novo 06_0769

– E uma colher de sopa de Ketchup de boa qualidade

novo 06_0770

– Acrescente os ramos de alecrim (misture-os bem no molho)

novo 06_0772

– Deixe cozinhar por 5 minutos em fogo baixo, com a panela semi-tampada.

– Retire os ramos de alecrim (eles vão soltar algumas folhinhas, pode deixá-las no molho).

– Prove e acerte o sal e a pimenta.

– E está pronto seu cachorro quente gourmet!!!

novo 06_0791

Agora, esse cachorro quente fica bom mesmo com um pão d’água, francês, cervejinha, esses pães bem comuns de padaria, com a casca crocante e o miolo macio. Ele perde um pouco a graça com aquele pão de cachorro quente tradicional, que é todo macio.

Eu sempre compro pão francês ou pão cervejinha pra acompanhá-lo

novo 06_0789

E ele também pede uma boa maionese pra passar no pão antes de colocar o molho.

Nesse dia eu resolvi fazer maionese caseira, e ficou absurdamente bom, então vou passar a receita, mas com algumas observações:

Atenção, por favor!

– Minha maionese é de ovos crus, é preciso ter muito cuidado na escolha dos ovos, eles devem ser bem frescos, não ter quebradinhos, devem ter sido armazenados na geladeira e devem ser lavados antes de usados.

– A maionese deve ser armazenada em geladeira e por pouco tempo (eu guardo no máximo umas 6 horas), e depois descartada.

– Eu não dou maionese de ovos crus aos meus filhos, nem a nenhuma outra criança, e também não comia enquanto estava grávida. Também não serviria maionese de ovos crus em uma festa. É preciso saber que há risco de contaminação por salmonela quando comemos ovos crus ou mal passados, ok?

Dito isso, eu adoro maionese feita em casa, e nesse dia eu resolvi dar um pouco mais de sabor acrescentando alecrim e alho.

novo 06_0774

– Quebre os ovos (usei dois, mas foi demais, poderia ter feito um só) com cuidado e coloque-os no liquidificador.

– Descasque um dente de alho.

– Lave muito bem um ramo de alecrim e separe só as folhinhas.

– Tenha em mãos azeite (eu prefiro de girassol), sal e mostarda preta.

– Ligue o liquidificador na potência mais alta, e comece a derramar pelo buraquinho da tampa o azeite, num fio médio e constante.

– Com a outra mão, acrescente a mostarda preta, algo em torno de duas colheres de chá, enquanto isso continue derramando o azeite num fio contínuo.

– Jogue o dente de alho e as folhinhas de alecrim no liquidificador e continue derramando o azeite.

– Quando o redemoinho do liquidificador começar a sumir no meio do creme, é hora de prestar atenção, quando formar uma pequena bolha que estoura bem no centro do creme é hora de parar de derramar o azeite.

– Desligue o liquidificador e tempere com sal, mexendo com uma colher.

– Leve para a geladeira e só tire na hora de comer.

novo 06_0780

Essa combinação do cachorro quente com o gostinho da calabresa, do dijon e do alecrim, mais o pão e a maionese é muito saborosa.

novo 06_0788

E é um prato super simples e rápido de fazer, né?

Então quem testar minha receita vem me contar o que achou, combinado?

Volto logo com os outros posts prometidos.

Lahna :)