volta às aulas com carinho

Comentários 68 Padrão

Hoje os pequenos aqui voltaram à escola, e eu resolvi escrever esse post, que estava na fila há algum tempo pra aparecer por aqui.

Este ano eu resolvi começar a mandar o lanchinho de casa ao invés de contratar da cantina, como fazia antes.

Isso aconteceu por que, como são dois filhos frequentando a escola agora, o custo pra comprar de lá ficou alto demais.

E também porque, apesar dos meus não serem muito seletivos, tem algumas coisas que eles não curtem muito, e outras que eu também não curto muito que eles comam.

Então eu me organizei e acabou ficando super simples pra mandar de casa. Cada dia da semana eu escolho uma fruta, alguma coisa salgada e alguma coisa doce e um suquinho, e eles tem se alimentado super bem.

Aconteceu que, quando as aulas começaram, tive a ideia de fazer um desenhinho de uma carinha feliz no saco do lanche e fechá-lo com uma fita bonitinha, pra eles saberem que eu tinha preparado a comida com carinho e ficassem felizes ao abrir a mochila e encontrar o pacote.

Fiz correndinho, em dois minutos enquanto preparava tudo na correria de sair pra escola.

E no dia seguinte, eu resolvi fazer de novo, e de novo, e de novo, e pra não ficar sempre a mesma coisa, eu comecei a mudar as carinhas e as fitas, e depois comecei a desenhar outras coisas e inventar outros jeitos de decorar os saquinhos.

Muitas vezes eles só descobriam o que tinha desenhado nos saquinhos na hora que abriam as mochilas, e eles amaram ter essa expectativa de chegar na sala de aula e ver o desenho do lanche. Até as profes confessaram pra mim que ficavam esperando pra ver qual o desenho do dia. :)

E assim fizemos o primeiro semestre quase inteiro. Com exceção de alguns dias que a correria foi grande e não consegui cinco minutos pra desenhar, ou nos dias que acordei com inspiração zero. Mas a grande maioria dos dias rolou um desenhinho, às vezes mais caprichado, outras vezes mais preguiçoso, mas estava lá.

E hoje, com a volta às aulas, novamente o saquinho foi desenhado, e imagino que a hora que eles abriram as mochilas devem ter dado um sorrisinho por saber que a mami preparou o lanche pensando em fazê-los felizes.

É um gesto simples, mas eu sei que faz diferença pra eles. E faz diferença pra mim também.

Alguns dos desenhinhos que rolaram nesse primeiro semestre:

lanchitos 01

 

Os animais são com certeza o tema mais freqüente.

lanchitos 02

 

Frutas sorridentes também gostam de aparecer.

lanchitos 12

lanchitos 13

 

Adesivinhos são soluções fáceis para os dias em que o tempo está curto.

lanchitos 19

 

lanchitos 20

 

Monstros são super fáceis de desenhar e os pequenos adoram.

lanchitos 05

lanchitos 06

 

Legumes também mostram suas carinhas felizes.

lanchitos 10

lanchitos 11

 

Fantasminhas pra assustar a fome.

lanchitos 24

lanchitos 26

lanchitos 25

 

Os animais geralmente são separados por habitat.
Um dia eles são da fazenda, outro são animais de safari, outro da floresta e outro dia podem ser animais marinhos.

lanchitos 08

lanchitos 09

 

Também rolam lanchinhos temáticos.
Lanchinhos juninos, lanchinhos especiais de aniversário ou lanchinhos de Páscoa.

lanchitos 17

lanchitos 18

 

Nhac nhac.

lanchitos 04

 

Piu piu.

lanchitos 03

 

Às vezes os bichos também mandam recados para menininhas que não estão se alimentando direito.

lanchitos 15

lanchitos 16

 

As frutas também costumam falar.

lanchitos 22

lanchitos 23

 

Dentro do saco de lanche, muitas vezes há saquinhos menores, que vão com identificação da comidinha que guardam.

lanchitos 33

 

E quando tenho mais tempo pra preparar tudo, às vezes eu brinco com carimbos.

lanchitos 39

lanchitos 38

 

Dias sem inspiração geralmente são assim:

lanchitos 31

 

Quando tem um alimento que precisa de talher pra comer, ele vai do lado de fora do saquinho.

lanchitos 36

lanchitos 35

 

Aproveitamento de sobras de material de festa:

lanchitos 37

 

Às terças sempre é dia da fruta, então além da fruta do lanche sempre envio um pacotinho separado com a escolha do dia:

lanchitos 42

lanchitos 34

 

Às vezes eu não sei como desenhar um bicho e procuro uma ilustração no Google Images pra me ajudar.

lanchitos 40

lanchitos 41

 

Mais aproveitamento de sobras de festa:

lanchitos 27

 

Quando temos bastante tempo antes de sair (muito, muito raro) eles mesmos colorem os desenhos:

lanchitos 30

 

E os pacotinhos às vezes também ilustram o clima daquele dia.

lanchitos 43

lanchitos 44

Outras vezes eu me empolgo e gasto tempo demais nos desenhos, e acaba não sobrando tempo pra fotografar.

Então algumas coisas bem legais acabam ficando sem registro, como bicicletas, matrioskas, bolos de aniversário e mais alguns. Mas mesmo sem ter registrado cada um dos pacotinhos cumpriu sua função de levar uma porçãozinha de alegria para os filhotes.

E mesmo pra quem não manda lanchinho de casa, dá pra deixar um pouco de alegria pra surpreender os pequenos. Esses tempos eu participei de um curso que tomou alguns dias inteiros, e pra facilitar contratei o lanche da cantina pra essas datas.

Mas dentro da mochila de cada um, junto da agenda, foi um cartãozinho com um desenho e um recadinho simples, compreensível mesmo pra quem não sabe ler.  :)

Essas sementinhas de amor que plantamos no coração das crianças podem fazer uma grande diferença em suas vidas no futuro, né? Quem sabe?

Sentir-se amado e querido faz bem pra auto estima de qualquer pessoa.

Quem sabe esse post também te dê algumas ideias. Espero que seja um semestre super legal e produtivo para mamis e filhotes.

Lahna :)

 

making of da decor de um batizado

Comentários 15 Padrão

Este batizado inicialmente era pra acontecer en novembro.

Mas uma das madrinhas do bebezinho decidiu estudar fora do país por um ano, então tivemos que antecipar esta festa para agosto.

Na verdade, eu já tinha a decoração todinha pronta na minha caixola, então esse não era o problema. O problema era ter tempo pra colocar essas ideias em prática.

Com tudo mais que eu tinha pra fazer, sobrou só uma semana pra organizar tudo, e foi difícil, mas deu tudo certo e ficou tudo lindo.

O local da festa também ajudou muito na inspiração, já que é uma casa cercada de verde.

E a decoração ficou linda, como vocês logo vão poder ver.

Mas antes de mostrar o resultado final, vou mostrar um pouquinho do making of, ok?

Então explicando um pouco: eu escolhi as cores kraft e branco, e me apaixonei pela simplicidade dessa combinação.

E escolhi corações representando o amor (da família pelo bebê e de Jesus por todos nós) e pássaros brancos representando o Espírito Santo, para as tags todas.

Daí foi um tal de colocar a maquininha de recorte pra trabalhar, ela cortou muitos pássaros e muitos corações, e daí pifou, morreu, kapuft, adiós, estragou pra todo sempre.

E ela ainda tinha mais de 100 tags pra recortar quando decidiu quebrar, o que me causou um desespero considerável por uma noite (que foi muito mal dormida, imaginem).

Mas, na manhã seguinte, menos desesperada, pensei em todos os ditados populares que dizem que se não dá pra consertar, então a gente tem que se virar de outro jeito e pronto, estava tudo resolvido. Mais uma vez, só questão de ajustar as expectativas.

Fiquei feliz que pelo menos os corações e os pássaros a maquininha cortou, porque esses eu não ia conseguir improvisar de outro jeito em tão pouco tempo.


Aí estão todos os materiais pras tags recortados, depois cheios de fita banana, prontos pra serem colados nas suas tags, e finalmente as tags prontinhas, já coladas nos seus respectivos palitinhos.

A solução que encontrei pra essas tags foi um furador de papel neste formato de tag bem simples que eu tenho em casa, e olha, eu acabei gostando muito do resultado.

Escolhi também alguns versículos bíblicos bonitos, que falam sobre crianças e sobre o amor de Deus, e que expressam a gratidão, coloquei junto com algumas ilustrações que representam tudo isso e imprimi em papel kraft.

Foi bem quando estava recortando essas tags dos versículos que a maquininha deu pau (dá pra ver que a segunda tag, a do passarinho, está com o recorte), mas aí eu decidi fazer o corte retangular com régua e estilete em todas as que faltavam e acabou ficando bem bonito mesmo assim.

Além disso, imprimi as mesmas ilustrações e a palavra amor em diversos idiomas em formato de bandeirinhas, tudo em papel kraft, e colei com cola quente em barbante branco, daquele mais simples. Por falta de tempo, fiz bem poucas bandeirinhas, teria sido legal se desse pra fazer mais, mas mesmo assim ficou bem bonito e deu um toque bem legal na decoração.

Como era dia dos pais, também foram feitas lembrancinhas para todos os papais e fiz uma tag, também recortada com meu furador ultra versátil, pra celebrar a data.

making of batizado 11

E as lembrancinhas, que foram corações de madeira com a palavra “amor” carimbada (logo vocês irão vê-los também), eu coloquei dentro desses saquinhos de musseline com o dente-de-leão (já falei que sou doida por dentes-de-leão, né?) carimbados e amarrei essa tag (também cortada com o furador, viu?) de agradecimento com barbante branco.

Tanto as lembrancinhas quanto os saquinhos eu comprei na Etsy.

Também comprei lanternas japonesas brancas e verdinhas e muita fita de cetim e de organza pra decoração, que custam baratinho, mas deram um visual incrível pra festa.

E reaproveitei garrafinhas de vidro de ice, de água e de chocomilk como vasinhos, e escolhi os lisiantos brancos pra alegrar a decoração (queria tulipas brancas, mas não cabia no orçamento).

Mas o que eu mais amei, sem dúvida foram as estrelas que fiz com sacos de papel.

Elas deram um trabalhão enorme. Fiz 50 delas, e usei só metade, o que foi muito frustrante (vou explicar em outro post o porquê), mas faria de novo, porque o efeito que esses sacos de papel deram ao ambiente da festa foi incrível.

E gente, fica lindo e custa tão barato e é tão simples de fazer, que eu acho que vai virar moda, tipo os pompons, sabe?

Eu com certeza vou usar essa idéia de novo. E tenho certeza que, depois que eu mostrar como é fácil de fazer, várias de vocês vão se empolgar e usar também, viu?

Aí estão todas as minhas estrelas dobradinhas, prontas pra serem levadas pro local da festa (elas abertas ocupam muito espaço), e a minha produção em série, com centenas de pedacinhos de fita dupla face pra colar os sacos de papel.

Vou mostrar pra vocês como elas ficam lindas, mas no próximo post que vou fazer com as fotos da decoração prontinha vocês vão poder ter uma idéia melhor, e na seqüência vou fazer um post explicando passo a passo como fazê-las, tá bom?

Logo, logo eu volto pra mostrar tudo isso.

Aguenta aí!

:)