uma árvore para o papai

Comentários 11 Padrão

Tem rolado muito pelas redes sociais uma frase sobre o papel do pai.

Ela diz: “Qualquer homem pode ter um filho, mas é preciso um homem especial para ser um papai”.

Eu vejo como o papel do pai mudou nos últimos anos e fico feliz, feliz demais.

Acho tão bonito ver como os homens estão envolvidos nos cuidados com as crianças, como conhecem seus filhos intimamente e como participam ativamente da rotina diária da família.

Não são todos, é claro, mas eu tenho a impressão de que o número de pais que tem escolhido dedicar-se mais aos filhos vem crescendo muito.

Eu tenho lembranças muito lindas da minha infância que envolvem o meu pai. Ele tomava boa parte do seu tempo livre pra estar com a gente, inventar brincadeiras diferentes e nos acompanhar em grandes aventuras.

Isso ficou marcado demais pra mim e fico feliz por ter encontrado um pai maravilhoso para os meus filhos também.

E hoje começou o mês de Agosto e o dia dos pais está super pertinho e eu me dei conta de que ainda não pensei em um presente especial para as crianças darem ao seu papai neste ano, pra agradecer todo esse carinho, toda essa dedicação que recebem diariamente desse super-herói de verdade que faz parte das nossas vidas.

E fui dar uma fuçada no Pinterest em busca de inspiração e no meio das minhas pesquisas acabei lembrando que eu não mostrei aqui o nosso projetinho de Dia dos Pais de 2012, e achei que é um momento bem oportuno pra fazer isso, né?

Quem sabe ainda dá tempo de preparar, já que é bem simples de fazer, olha só que  legal:

08 093

 

Minha amiga Ana Carolina encontrou essa ideia no Pinterest e fez pro papai da Alice (que hoje também é papai da Elena) em 2011 e eu achei lindo e copiei no ano seguinte.

Eu só lembrei de fotografar depois que as crianças entregaram o presente para o pai, e aí nota-se que onde está o texto o papel foi dobrado pelas mãozinhas ansiosas pra entregar logo o presente, né?

Faz parte também. :)

É super simples, mas vou explicar como eu fiz mesmo assim:

 

1) Primeiro carimbei as mãozinhas das crianças em uma folha de papel A4 branco de alta gramatura.

Usei tinta guache verde que separei em duas partes, uma parte eu deixei como é e a outra eu misturei com um pouco de amarelo e branco, pra ficar um verde mais vivo e mais claro (assim a árvore ficar com tons diferentes de folhas).

Eu fiz as duas mãozinhas de cada filho, mas se você tiver um filho só, pode fazer duas vezes cada mão, se tiver três, quatro ou mais filhos pode fazer com só uma mãozinha de cada um.

08 097

 

2) Depois cortei o tronco da árvore em papel de scrapbook e colei com cola de bastão.

Mas se você quiser facilitar, não precisa recortar o tronco. Pode imprimir na impressora comum mesmo um tronco de árvore seca. No Google Images há algumas opções, pesquise por tree trunk illustration.

Ou se preferir, pode comprar uma arte digital prontinha. Na Etsy tem várias, uma das minhas preferidas é essa aqui (você paga com Pay Pal ou cartão de crédito internacional e eles disponibilizam a imagem pra download imediatamente).

Ou ainda você pode pedir para os filhotes desenharem o tronco da árvore, se forem maiorzinhos, ou você mesma pode desenhar e pedir pra que eles pintem.

Enfim, o que vale mesmo é a participação e a diversão dos pequenos. Porque o papai vai amar o presente de qualquer jeito, né?

 

3) Fiz as tags com os nomes, amarrei um pedaço de fio encerado e colei com fita banana, pra dar esse efeito de alto relevo.

08 095

 

4) Colei os botões com cola branca.

08 096

 

5) Colei sobre a base de papel de scrap 30×30, que já estava com o texto recortado na Cameo.

08 100

 

Mas olha, essa parte da base 30×30 com o texto em recorte é totalmente dispensável.

Você pode imprimir na impressora normal um texto na base do A4, dizendo “Feliz Dia dos Pais – 11/08/2013”.

Ou pode pedir para os filhotes escreverem, se eles já souberem as letrinhas. Ou então você mesma pode caprichar na letra e escrever, né?

 

6) E se tiver um tempinho rola até mandar colocar uma moldura antes de entregar para o papai. :)

***

Uma dica importante: se você for imprimir no papel o tronco da árvore e/ou o texto, o ideal é fazer isso antes de carimbar as mãozinhas.

 

Fácil, fácil, né? E o melhor, com participação dos pequenos!

Se fizer, mande foto pra mim depois, tá?

 

Vou deixar algumas outras ideias que achei no Pinterest:

dadrocksbig-tile

Peso de papel / Arte com giz  / Luvas para o churrasqueiro

Arte com digitais / Cartão te amo um tantão assim / Troféu de copos de papel

***

E tem também os projetinhos que usamos aqui em casa em 2011, que é ainda mais simples que a árvore.

Um coração feito com pezinhos:

08 1356

Obras de arte feitas por pequenas mãos (com grande amor):

08 1361

 

E como no ano passado algumas de vocês me pediram a moldura acima, segue o arquivo para download, pra que seus pequenos artistas também possam fazer seus desenhos cheios de amor para os papais.

moldura

 

O projetinho que escolhi pra fazer aqui em casa este ano eu ainda não posso revelar, pra não estragar a surpresa, mas em breve mostra pra vocês, tá?

Espero que todos tenham um lindo dia dos pais, e que cada vez mais papais descubram a alegria de mergulhar no universo incrível de seus filhos!

Lahna :)

amor, viagens, cores e paredes felizes

Comentários 29 Padrão

Hoje eu vim aqui pra falar das paredes da casa de uma família que ajudei a decorar.

O casal é meio que cidadão do mundo. Eles já moraram em vários cantos, juntos ou separados, e já viajaram muito também.

Nessas idas e vindas conheceram muitas culturas, muita gente, muitos lugares legais, e cada vez que voltaram, trouxeram junto alguma lembrança, um souvenir, um presente ou algo que lhes encantou.

E assim, junto com as recordações que já tinham, foram construindo uma estória bonita.

No final do ano passado, ela me chamou na casa dela, e abriu o baú pra mim. E pediu pra eu ajuda-la a colocar aquilo tudo nas paredes.

Mas era muita coisa! E de tudo um pouco! E nada combinava muito bem! Uma loucura.

Mas logo eu estava envolvida até o pescoço, selecionando quais daqueles tesouros teriam lugar nas paredes.

E foi uma missão difícil. Tivemos que deixar muitas coisas de lado, mas conseguimos chegar numa coleção legal.

Outro dia fomos até a molduraria. Me diverti horrores, já que ela estava a fim mesmo de muita cor, de muito contraste e de muita alegria. E

E aí foram mais duas longas noites, uma medindo, espalhando quadros e objetos no chão, puxa pra cá, arrasta pra lá e tals. E outra martelando, martelando, martelando.

Ela ficou super feliz com o resultado! E eu também! Então resolvi mostrar pra vocês.

São três paredes, a primeira divide a sala de jantar com a cozinha:

Parede com moldurinhas de ferro vazias, uma galinha e um porco-espinho.

Misturinha de cores com lembranças queridas.

A galinha veio na bagagem, direto de New York.

O porco espinho feito de trigo é da Suécia e ganhou moldura.

As moldurinhas de ferro foram compradas na Etsy.

A segunda parede ocupa todo o corredor que conecta a entrada principal, a escada e todos os ambientes do térreo.

É uma parede enorme, e a moradora escolheu pra ela a cor amarelo Post-it. Ela levou um Post-it até a loja de tintas e encontrou o tom exato.

Colorida!

Muitos lugares e momentos diferentes numa única parede.

Molduras super contrastantes se misturam a objetos queridos. O triciclo foi comprado para o primeiro filho na Radio Flyer.

Precisa dividir a parede em duas para fotografar. Aqui o lado direito.

Cartaz de um show do Jello Biafra, ex-vocalista do Dead Kennedys.

Lenços africanos, chamados Kikoys, que os dois trouxeram do Kenya, onde foram voluntários em um orfanato por algumas semanas.

Colar dos guerreiros Masai também da viagem ao Kenya.

Estes guerreiros pintados em tecido também vieram do Kenya, e ganharam paspatur preto e moldura de madeira de demolição.

Ao lado de mais um Kikoy, a Grande Onda de Kanagawa, de Hokusai, impressa em tecido, também ganhou moldura de madeira de demolição.

As cores dos Kikoys são lindas.

O trabalho em madeira, vindo do Kenya, deseja boas vindas aos visitantes (Karibu, em Swahili), enquanto o pôster lembra o show da banda Dead Kennedys.

Detalhe dos desenhos, talhados na madeira.

E aqui o lado esquerdo.

Pôster da revista Dirt Rag. Escolhemos essa moldura detonada e achei que ficou bem bacana.

Logo acima, duas ilustrações mexicanas, trazidas de viagem, mantidas com as molduras originais.

Print de Kevin Nierman, Trabalhador Industrial.

Abaixo dela, um presente de casamento de um amigo italiano do casal.

A terceira e última parede fica na sala de jantar.

Essa é a minha preferida.

A mesa e as cadeiras são da Ikea, assim como o tecido usado no trilho da mesa. O pendente é da Mantra, e o buffet é de marcenaria.

Não foi fácil chegar nessa disposição, principalmente por causa dos objetos miúdos, mas no fim das contas, eu amei a composição.

Sobre o buffet, velas em forma de cactus.

E a boneca toda colorida, contrasta com o móvel, todo branco.

Ela também é mexicana.

A vaca foi trazida da viagem à Irlanda, e o peixe é ilustração de um calendário de arte Inuit (esquimó).

As tags das orelhas inspiraram a cor da moldura.

A moldura branca, com acabamento lixado, e o paspatur vermelho, valorizaram a página do calendário.

Os pega-moças foram trazidos da viagem à Amazônia.

Mesmo com tanta diversidade, conseguimos manter a harmonia, usando cores quentes em paspaturs e molduras.

A ilustração com tema botânico do ilustrador Jarbas. A flor da bromélia deu o tom do paspatur.

A bola pintada à mão, vinda de Cancún, foi colada num fundo branco e emoldurada.

A ilustração dos ursos polares, também é do calendário de arte Inuit, e ganhou moldura de um amarelo bem forte.

E a águia, do mesmo calendário, ganhou a mesma moldura branca lixada, com paspatur laranja.

O gondoleiro articulado, feito em madeira, foi trazido de Veneza.

A linda ilustração da Sakura, a cerejeira japonesa, foi presente e ganhou um paspatur dourado, com moldura envelhecida e delicada.

As cores vivas do Kikoy estão nesta parede também.

As bonequinhas de cerâmica, com perninhas soltas, fazem barulho, como sinos. Esta é de Playa del Carmen, e tem trancinhas de fio.

A verde e a laranja são de Cancún.

O cartão virou quadro. Da Nova Zelândia, representa um kiwi, animal típico da ilha, esculpido em osso.

E a borboleta Morpho, recordação de infância, ganhou moldura nova.

Ainda inventei um móbile, com as outras bolas pintadas à mão que eles trouxeram de Cancún, mas não fiquei muito satisfeita com o resultado. Ele está no hall de entrada do andar superior, onde ficam os quartos.

Usei um bastidor, que pintei de vermelho como base, e fio encerado pra pendurar as bolas. No centro, presa com fio de nylon, uma piñata de cerâmica.

As bolas são lindas, e as cores vibrantes, mas o móbile não me convenceu.

E foi assim que deixamos a casa dessa família cheia de cores e de lembranças!!!

:)

um canto de trabalhar

Comentários 19 Padrão

Este home office (ou escritório, pra simplificar) fica no ático de um sobrado, que é bem grande.

Estava tudo brancão, sem graça e eu dei uma animada nele.

Tudo bem simples e custando bem pouco.

Pena que eu não tirei foto do “antes” mas é só imaginar a escrivaninha com o telefone, a impressora, o laptop e os porta-retratos, que era só o que tinha (uma sem-graceza só).

Agora ele está cheio de cor e bem mais feliz, olha só:

 

 

Na parede um Keep Calm de latinha, algumas prints…

 

Bandeirinhas na plantinha com frase da banda Dave Matthews Band. A frase diz “celebrate we will, ‘cause life is short but sweet for certain” ou “vamos celebrar, porque a vida é curta, mas certamente doce”.

A bonequinha russa da Garota Prendada.

 

A guirlanda colorida, que combina com o bastidor cheio de fitas coloridas. Olha só que idéia ridiculamente simples, barata e fácil de executar, que dá um efeito incrível pra qualquer ambiente!

O segredo é escolher as fitas de larguras diferentes, estampas diferentes, formatos e texturas diferentes que não tem como errar, fica lindo!!!


Um calendário adesivo, pra escrever com giz.

Esse “quadrinho” é só uma capa de DVD velha encapada com um tecido legal. Usei fita dupla face pra encapar, bem fácil.

Aqui as prints que eu criei inspirada pela música Oração, da Banda Mais Bonita da Cidade, como já tinha mostrado em outro post.

 

As caixinhas da Urban Outfitters guardam miudezas como apontador, borracha, pen drive e afins.

As três garrafinhas coloridas são da Tok Stok e custaram R$ 10 cada uma.

Fiz um varalzinho pra colocar compromissos e gravurinhas.

 

As latas de leite decoradas com papel adesivo, já cheias de tralhas.

     

Ficou ou não ficou animado, hein?

E tudo bem simples de fazer.

Tem algumas idéias legais aí, não tem? De repente você se inspira pra fazer alguma delas, quem sabe?

Aposto que aquele bastidor com fitas te animou, não animou? Lindão e tão fácil… corre lá no armarinho comprar umas fitinhas, vai!

Mas depois me mostra!

:)

tudo o que cabe no coração

Comentários 12 Padrão

Eu precisava de uns quadrinhos pra colocar num outro espaço de um home office que estou decorando, e fiquei pensando o que eu poderia inventar.

Quarta-feira eu, dentro do carro, comecei a pensar que ia usar a letra de alguma música legal, e o pensamento foi indo, indo, entre algumas das bandas que eu tenho ouvido nos últimos tempos, até que cheguei em Oração, a música-clipe-fenômeno-internético, composta por Leo Fressato e lançada para o mundo pela Banda Mais Bonita da Cidade, que fez uma galera se apaixonar.

E ali, dentor do carro me veio a idéia de fazer o coração com tudo o que cabe dentro dele, segundo a música, e assim eu inventei quatro quadrinhos, e anotei correndo num lenço de papel, porque minha cabeça anda tão ruinzinha esses dias que esqueço as coisas em dois minutos.

Aí cheguei em casa e corri pro computador pra não perder a inspiração, que estava bem colorida e retrô nesse dia, e o resultado ficou assim:

Eu achei que ficou bem fofo, colorido, feliz, assim como é a música.

Quem não conhece a música, acho que não entende nada, né?

Mas ó, cante comigo:

“coração não é tão simples quanto pensa”

“nele cabe o que não cabe na despensa”

“cabe o meeeeeeu amooooor, cabem três vidas inteiras, (cabe uma penteadeira*), cabe nós dois”

*A penteadeira ficou com um coração só pra ela, porque eu amo penteadeiras e ter uma é um sonho de consumo meu.

E aí eu pensei que talvez você também fosse gostar dos quadrinhos, né?

Então pode pegar! Oba!

É só você clicar em cima das imagens acima, que elas vão abrir maiores, e daí é só salvar (clique com o botão direito em cima da imagem grande e escolha “salvar imagem como”) e imprimir no papel que você prefere.

Eu imprimi em papel casca de ovo e colei com fita dupla face mesmo, mas acho que eles ficariam lindos com molduras bem coloridas (e cheias de rococós) também.

Cada quadrinho tem 15 x 15 cm.

Ah, eles ficaram meio difíceis de recortar, porque coloquei essa máscara que deixa a borda bem indefinida, mas é só você traçar com um lápis, medindo com a régua os 15 cm de cada lado, como eu fiz, tá bom?

E então? Vai colocar em algum canto do seu cafofo? Depois me mostra,que eu sou curiosa!

Um ótimo final de semana pra você!

:)