carimbinhos natalinos e outras novidades

Comentários 4 Padrão

Hoje a Lojinha de Carimbos abriu com novidades!!! :)

São sete modelinhos de carimbos de Natal lindinhos, pra deixar seus cartões, bilhetes e presentes ainda mais cheios de amor.

A lojinha receberá pedidos entre os dias 13 e 23 de novembro, e os pedidos serão postados nas seguintes datas:

- pedidos de carimbos natalinos – até 5/12

- pedidos de outros carimbos – até 12/12

Olha só que bonitinhos:

carimbos 4 1411

carimbos 4 1381

carimbos 4 1341

carimbos 4 1311

carimbos 4 1281

carimbos 4 1271

carimbos 4 1261

carimbos 4 1241

carimbos 4 1391Lindinhos, né?

E olha, chegaram também algumas carimbeiras coloridas, mas são poucas unidades, apenas cinco de cada cor.

stamps 021E além dos carimbinhos de Natal, também saíram outras novidades daqui pra alegrar algumas pessoinhas pelo Brasil (e até fora dele, já que minha primeira encomenda internacional foi enviada há poucos dias para Portugal!).

IMG_1079

IMG_1482

IMG_1492

IMG_1497

IMG_1500

IMG_1515

IMG_1522

IMG_1560

IMG_1564

IMG_1578

IMG_1607

IMG_1637

IMG_1640

IMG_1646

IMG_1651

IMG_1659

IMG_1664

IMG_1667

IMG_1673

IMG_1678

IMG_1684

IMG_1690

IMG_1698

IMG_1702

IMG_1719

IMG_1734

IMG_1755

IMG_1759

IMG_1778

IMG_2265

IMG_2274

IMG_2277

IMG_2282

IMG_2303Então, que tal usar carimbinhos pra deixar seu Natal ainda mais cheio de carinho? :)

Corre lá, são apenas dez dias pra encomendar, tá?

E aproveite e visite a fanpage do Facebook pra participar de um super sorteio pra comemorar o lançamento dos carimbos natalinos!

sorteioBoa sorte!

Lahna :)

as borboletas da bibi

Comentários 6 Padrão

Continuando a mostrar um pouco dos trabalhos que fiz no segundo semestre, hoje vim mostrar pra vocês a festa da Bibi.

A Bianca é filha da minha amiga Teka. Nos conhecemos há quase vinte anos, na faculdade, quando nenhuma de nós sequer imaginava essa vida de mãe.

A Teka teve a Bibi há dois anos, e é uma mãezona, apaixonada pela filhota e super dedicada e consciente na sua maternagem.

Ela me pediu pra criar algumas peças pra festinha de dois anos da Bianca, com o tema borboletas, e me deu carta branca pra escolher os papéis e criar. Claro que eu adorei. :)

Saí pra comprar os papéis e me encantei com um floral, e foi a partir dele que escolhi os outros papéis.

E assim nasceu a festa das borboletas da Bibi.

Fiz mini tags para docinhos:

teka 441

teka 451

teka 431

teka 421

teka 401

teka 411

teka 461

teka 031

teka 021

teka 041

teka 011

teka 471Fiz tags maiores, que a Teka usou nos centros de mesa:

teka 361

teka 351

teka 391

teka 381

teka 341

teka 331

teka 311

teka 321Um kit the cake toppers, pra deixar o bolo bem colorido.

teka 241

teka 251

teka 291

teka 261

teka 301

teka 271

teka 281Canudinhos de papel com borboletas, para as garrafinhas dos pequenos.

teka 171

teka 181

teka 191

teka 201

teka 211

teka 221

teka 231Bandeirolas com o nome da aniversariante e borboletas nas laterais:

teka 121

teka 131

teka 141

teka 151

teka 161Confetes de borboletinhas:

teka 081

teka 091

teka 101E muitas, muitas, muitas borboletas soltas:

teka 051

teka 071

teka 061É só dobrar as asas delas um pouco pra ficarem assim, lindonas:

teka 111Originalmente eu fiz essas borboletas soltas pra Teka colocar atrás da mesa do bolo, mas ela acabou aplicando também em luminárias japonesas que ficaram lindíssimas, já que além de colar as borboletas, ela também decorou com fitas coloridas pendendo do centro das lanternas.

Aliás, ela se inspirou muito com o segundo aniversário da filhota. Além das luminárias japonesas ela também fez topiários lindos e outras decorações que deixaram a festa alegre e delicada!

Quando a Teka me passar as fotos eu mostro todos esses detalhes feitos com amor de mãe pra vocês, tá? :)

E assim aconteceu mais um aniversário cheio de amor, de uma garotinha muito especial!

Lahna :)

 

 

a árvore da família do bernardo

Comentários 8 Padrão

Continuando a mostrar os projetos do segundo semestre deste ano, chegou a vez de um quadrinho muito especial, que fiz para a Débora.

A Débora tem um filho muito fofo, o Bernardo, que está com quase um aninho agora.

Como eles moram longe das famílias materna e paterna, a Débora queria um quadrinho pra colocar no quarto do bebê, que o ajudasse a lembrar dos avós, tios e primos, então ela teve a ideia de uma árvore genealógica.

Os pais adotaram a pedagogia montessoriana para decorar o quarto do Bernardo, então além de identificar as pessoas da família na árvore, também havia o desejo de que o quadro fosse educativo, auxiliando na compreensão da origem de cada uma das pessoas, na união das duas famílias através do casamento e do nascimento do Bernardo.

Este projeto pra mim foi um grande desafio, eu demorei muito, muito tempo até chegar ao desenho final, e tanto o recorte quanto a montagem foram bastante complexos.

Mas todo o trabalho valeu super a pena, e eu gostei demais do resultado final, e felizmente a Débora também! :)

Dá uma olhada se você também acha que ficou legal:

debora 011

debora 081

debora 071

debora 061O cachorrinho da família também foi representado. :)

debora 051

debora 031O quarto do Bernardo tem várias pipas na decoração, por isso resolvi colocar uma no quadrinho também.

debora 021As folhas foram coladas uma a uma, mas na verdade a maior dificuldade de execução foi o tronco da árvore em duas camadas.

debora 041Bernardo, no centro e seus pais. <3

Este quadrinho também ficou aqui em Curitiba, e por isso eu coloquei a moldura de madeira natural com o paspatur turquesa para a Débora. :)

debora 101

debora 091Achei que ficou bem alegre e de simples compreensão, como era o objetivo. Pensei em usar caricaturas dos membros da família, também pensei em usar plaquinhas com os nomes de cada um, mas no fim das contas, para que o Bernardo pudesse compreender suas origens, achei que esta era a forma ideal, sem nomes escritos, apenas com fotografias de pessoas felizes que fazem parte da sua história. :)

E assim mais um dos projetos do segundo semestre foi concluído, gostou?

Assim que der eu volto com mais um.

Lahna :)

um casal, uma garotinha, dois cachorros

Comentários 3 Padrão

Acabei de concluir meu último projeto de papel do ano.

Foram dez projetos neste segundo semestre, cinco encomendados através do email, no dia e hora combinados, e cinco de pessoas próximas. Foi muuuuito trabalho, e por incrível que pareça, quase nada apareceu aqui no bloguito. Acho que só a festa piquenique é que foi publicada até agora.

Então precisamos resolver isso, né? :)

Pra começar, hoje eu vim mostrar a família da Daniele, que é uma fiel leitora que me acompanha há muito tempo.

O projeto da Dani, na verdade, foi do primeiro semestre, mas eu ainda não havia postado.

Ela me pediu um quadrinho de família, com ela, o marido, a filhotinha e os dois cachorros.

Eu adorei o resultado, olha só:

daniele 081

daniele 071

daniele 061

daniele 051

daniele 011

daniele 091

daniele 101

daniele 041

daniele 121

daniele 111

daniele 031

daniele 021Como a Dani é de Curitiba também, ela me pediu pra colocar a moldura, do tipo caixa, e escolheu acabamento em madeira natural com paspatur branquinho.

daniele 131

daniele 141

daniele 151E assim mais uma encomenda foi entregue, com muito carinho.

daniele 161Uma coisa que me deixou muito, muito feliz nesse trabalho foi que a Helô, a garotinha, reconheceu sua imagem quando viu o quadrinho pronto. :) Que delícia, né?

Eu realmente fico muito tempo trabalhando as feições das figuras para parecerem com as pessoas reais, mesmo meu desenho sendo bem simples e limitado. E eu fico muito feliz quando as pessoas percebem as semelhanças.

A Dani tinha um lugarzinho preparado para este quadro, tomara que ela mande a foto pra gente ver como ele ficou na parede, junto aos demais objetos! :)

Lahna :)

ao mestre, com carinho

Comentários 2 Padrão

Hoje foi o Dia dos Professores, um dia muito especial pra mim.

Quem lê o blog desde o começo já sabe que eu tenho uma admiração enorme por essa profissão, e que, desde que meus filhotes iniciaram suas vidas escolares, eu tenho sido muito feliz com as profes queridas que cruzaram os nossos caminhos.

Além dos meus filhos aprenderem tantas lições importantes, eu acabo aprendendo muito com cada uma delas, sempre. Este ano, em especial, uma professora foi muito, muito importante pra mim.

Quando a conheci, não gostei da ideia de tê-la como professora do meu pequeno. Não porque ela não ser legal, mas por uma expectativa frustrada mesmo. Eu já conhecia e gostava muito das duas professoras que lecionavam na série que seria do meu filho, e estava muito feliz com a possibilidade dele ser aluno de qualquer uma das duas. Mas aí a escola fez uma mudança, uma professora nova entrou e meu filhote ficou na sala dela. Foi um balde de água fria pra mim, mas eu aceitei sem questionar ou pedir pra mudar de sala, porque acredito muito que Deus está por trás dessas escolhas também.

Esse sentimento permaneceu comigo por um tempo, e nos contatos rápidos que tivemos eu passei a achá-la legal, mas só, nada demais.

Até o dia da nossa primeira reunião individual. Nesse dia, ela me surpreendeu muito, e mudou minha relação com meu filho, sem nem saber.

Enquanto ela descrevia alguns traços da personalidade dele, e me chamava a atenção para os pontos que precisavam ser trabalhados, eu percebi como ela era atenta a seus alunos. Como ela estava observando cada pequeno detalhe, cada comportamento, cada reação. E foi então que percebi que meu olhar sobre o meu filho precisava de ajustes. Percebi que eu estava agindo com ele da mesma forma que agia com sua irmã, levando ele meio que “no vácuo”, e muitas vezes não fazendo um esforço para valorizar a sua individualidade e as características particulares dele. Claro que não o tempo todo, mas especialmente nas atividades que fazíamos juntos, em casa, era quase sempre o que ela gostava, o que ela queria, e muitas vezes eu nem perguntava pra ele se era o que ele queria fazer.

A ficha caiu durante aquela reunião, e eu saí de lá tonta. Entrei no carro e chorei, chorei muito. Me senti muito mal, aquele sentimento de pior mãe do mundo que a gente sente quando sabe que falhou, que poderia ter feito melhor.

Mas depois que passou esse efeito da culpa, eu percebi que eu podia mudar, e comecei a fazer isso já no dia seguinte. Mudei completamente minha abordagem, passando a dar a ele tanto espaço quanto a ela, prestando mais atenção aos seus gostos, suas preferências. Nos primeiros dias foi um pouco atrapalhado pra equilibrar, ajustar, mas em pouco tempo nós três havíamos nos adaptado e foi lindo ver o resultado que trouxe pra todos nós.

A profe logo notou os resultados também na sala de aula, e desde então nós estamos trabalhando em parceria, e tem sido muito, muito legal.

E eu nem preciso dizer o quanto passei a gostar dela, né? :) A vida também me ensina sempre novas lições.

Um professor que ama seu trabalho vai muito além de ensinar os números e letras, porque sua influência sobre seus alunos é muito grande. Quando um professor ensina com carinho, trata seus alunos com afeto e dedica-se de coração à sua profissão, ele não está apenas formando um bom estudante, está também, em parceria com a família daquela criança formando uma boa pessoa.

Eu sei que ainda tenho muito a aprender, e espero de verdade que professores especiais continuem passando pela vida dos meus filhos pra ensinar mais e mais a nós todos.

A todos os professores que compreendem e abraçam essa missão, eu deixo meu agradecimento, minha profunda admiração e meu carinho. Obrigada e um Feliz Dia dos Professores pra vocês. :)

***

Vou aproveitar a homenagem e mostrar os presentes que as nossas profes queridas ganharam este ano: vasinhos com suculentas, decorados pelas crianças (além de carimbinhos personalizados, obviamente).

A ideia foi da minha amiga Roberta, e eu achei bem legal, porque queria que eles tivessem uma grande participação no presente.

Então compramos vasinhos de cerâmica simples.

profes10E deixei cada um escolher as cores que queriam usar, entre as tintas spray que eu tinha em casa.

profes09Essa parte foi mais difícil do que eu pensava que seria, porque eles ainda não tem a força necessária pra apertar o spray e direcionar o jato de tinta ao mesmo tempo. Acabei eu pintando os vasinhos dele, e dela eu ajudei bastante, até porque fiquei com medo deles inalarem o produto acidentalmente.

Como estava um dia de sol e muito calor, os vasinho secaram rapidinho, enquanto eles mataram o tempo fingindo que molhavam as plantas do jardim, quando na verdade era só uma desculpa pra se encher de lama, e então passamos para a segunda etapa.

Em uma lojinha de materiais para bijoux eu comprei pedrarias, dessas que tem um lado liso, pra serem coladas. Cada um separou as pedras que gostaria de colar nos vasos das suas profes, e foi bem legal, eles dividiram numa boa, sem conflitos.

profes08Eu escolhi usar uma cola branca de secagem rápida, que uso pra trabalhar. Ela é importada. O ideal seria usar uma cola rápida pra artesanato (daquelas que são como Super Bonder, mas colam de tudo), mas com certeza eles teriam colado os dedos nas pedras, nos vasos e nos outros dedos também, e isso não é legal.

Com essa cola a gente tinha que colar pedrinha por pedrinha, e segurar o vaso por um minutinho pra que a cola não escorresse, então foi um exercício de paciência pra todo mundo, inclusive pra mim… rs… mas eles esperaram até terminar tudinho.

Como é uma cola segura, ela aplicou sozinha, ele com alguma ajuda conseguiu, porque o tubo é bem duro de apertar mesmo.

profes07Eles foram selecionando a ordem das pedras e eu ajudava indicando mais ou menos o espaçamento, e segurando os vasos na horizontal até a cola secar um pouco.

Depois colocamos no sol pra cola secar bem, e no final do dia plantamos juntos as suculentas que eu escolhi na lojinha. Elas não são as minhas preferidas, apesar de lindas, mas são mais resistentes e as chances de chegarem até as profes com todas as folhas eram maiores do que nas outras espécies. :)

Decoramos com as tags e ficou bem bonitinho.

profes0115

profes01

profes05

profes02

profes0410

profes04

profes03

profes0210

profes0310

profes0510E os carimbinhos foram embalados em saquinhos decorados.

profes06Eu achei que as profes ficaram muito felizes, e as crianças ficaram muito orgulhosas de terem feito os presentes “quase” sozinhas. :)

Sei que pra este ano não será mais possível aproveitar a ideia, mas vou deixar o link pra outras ideias aqui, para anos futuros.

Em 2012 a gente também presenteou as profes com vasinhos de flores, mas esses eram feitos de latas de leite, e pintados com tinta pra lousa, lembra? Só muita atenção para a grafia correta da palavra “florescer”, que eu só percebi depois de tirar as fotos, e tive que refazer tudo.

Em 2013 fizemos ecobags carimbadas com maçãs, as crianças também ajudaram, e o resultado ficou bem legal.

Em 2011 eu fiz bastidores decorados com bandeirinhas e carimbados com tinta pra tecido, e foi também quando minha produção de carimbos começou, graças à sugestão da Nana, do Nesta Data Querida.

E você, tem alguma ideia bacana pra presentear os professores? Inventou alguma coisa diferente este ano? As crianças ajudaram? Divida comigo! Precisarei de ideias legais para o ano que vem. :)

Lahna :)