sangue, suor e feltro

Comentários 18 Padrão

Então, fiquei devendo uma guirlanda ontem, né?

Olha, achei que ela merecia um post exclusivo, porque foi tãããão trabalhoso fazer a bichinha que ela precisa de mais prestígio, sabe?

E também porque ela ficou tão linda, olha só:

Eu queria que ela fosse bem coloridona, mas com alguma ordem.

Então fiz assim:

– Escolhi uma boa base (guirlanda de vime, que pintei com tinta spray branca).

– Selecionei e defini a ordem das cores de feltro (usei como base a roda das cores, se quiser, pesquise por color wheel no Google)

– Recortei todas as rosinhas (uma grande e duas médias de cada cor – prato de sobremesa e pires como moldes).

– Enrolei e colei todas as rosinhas.

– Posicionei uma rosa de cada cor na guirlanda, pra ver se ia caber tudo e definir mais ou menos a posição de cada cor.

– Colei uma rosa em cada um dos quatro extremos de acordo com a definição acima (foram: vermelho vivo, azul vivo, pink e amarelo).

– E aí fui preenchendo os espaços entre essas quatro rosas com todas as outras flores.

– Por último fiz algumas rosinhas pequenas para tapar os espaços que ficaram vazios.

Mas de verdade, não tem segredo.

Continua sendo o mesmo tutorial da primeira guirlanda, só que muito (muuuuito) mais trabalhoso.

Ela já está no seu lugar, lindona, em um home office, trazendo alegria pro ambiente e pra quem trabalha nele.

Aliás, amanhã vou postar os detalhes desse home office que renovei.

Hoje eu vim só pra mostrar minha obra-prima no que diz respeito a guirlandas feitas com rosas de feltro, porque olha, duvido que algum dia eu me empenhe tanto nesse quesito de novo.

Té mais ver.

:)