festa de adulto – preto e branco

Comentários 26 Padrão

Estou tão feliz!

Essa semana despachei caixinhas cheias de papel e carimbos. As primeiras encomendas oficiais da Casa com Amor partiram pelos Correios até seus destinos.

Espero de verdade que tragam sorrisos a quem abri-las, e que consigam transmitir todo o cuidado e carinho que tive para prepará-las.

:)

E hoje eu vou postar uma festa um pouco diferente, porque aqui as festas são sempre pra crianças, né?

Há um ano atrás eu fiz uma festa de adulto. Foi uma festa bem, bem pequena. E foi uma surpresa pra uma pessoa muito especial.

Escolhi preto e branco, que são cores que a aniversariante gosta muito, usei papéis estampados em poá para fazer flores e papéis de seda estampados pra fazer alguns pompons.

pretoebranco 12

pretoebranco 19Na BigFestas encontrei chapéus, velas, balões e potinhos de papel que combinaram perfeitamente com a decoração que eu fiz.

pretoebranco 20

pretoebranco 26

pretoebranco 29

pretoebranco 27

pretoebranco 22

pretoebranco 21

pretoebranco 03Rosas brancas enfeitaram a mesa.

pretoebranco 24

pretoebranco 23

pretoebranco 25

pretoebranco 31

pretoebranco 13

pretoebranco 30O banner foi bem simples, mas ficou bem bonito.

pretoebranco 02

pretoebranco 05

pretoebranco 11

pretoebranco 07

pretoebranco 28E em outra mesa ficaram os pratos, copos e taças para os convidados.

pretoebranco 17

pretoebranco 18

pretoebranco 15

pretoebranco 16

pretoebranco 14

pretoebranco 04Foi uma festa bem simples, feita bem rapidinho, mas que ficou  bonita e elegante, e cumpriu o objetivo de surpreender a aniversariante e celebrar o seu dia especial.

:)

Um ótimo final de semana pra você.

Lahna.

chapeuzinho de aniversário – o molde

Comentários 8 Padrão

Tenho recebido muitos pedidos pelo molde do chapeuzinho diferente de aniversário.

Esse chapeu é feito só com papel, botões e cola.

Ele lembra aqueles chapeuzinhos de coringa (joker), e fica lindo em crianças.

E é legal pra diferenciar o aniversariante dos convidados com os chapeuzinhos cônicos.

Pra baixar o molde, é só clicar neste link: molde chapeu de niver

E pra montar é super simples e auto-intuitivo, mas tenho algumas dicas que podem facilitar, vamos lá:

– Escolha papéis durinhos (eu usei papel de scrapbook dos mais grossinhos) e com estampas que combinem entre si. O verso do papel também vai ficar aparente nas abas, então é bom considerar as cores do verso na combinação também.

– Recorte duas ou três tiras da base (depende do tamanho da cabeça da criança) todas no mesmo papel, meça bem certinho na cabeça da criança e cole com fita adesiva. Você vai precisar abrir a ponta final para colar as outras partes do chapéu, então marque com um lápis bem certinho pra lembrar depois.

– Recorte seis abas em papéis variados (eu fiz com três papéis diferentes) e cole com cola branca na parte interna da base, deixando só a parte triangular aparente.

– Recorte seis círculos em papéis variados (fiz nos mesmos três papéis) e cole nas pontas das abas, com cola branca ou fita banana.

– Recorte seis estrelas em papéis variados (fiz nos mesmos três papéis) e distribua simetricamente na base do chapéu. Cole com cola branca ou fita banana.

– Cole com cola branca seis botões entre as estrelas da base, e cole um botão médio em cada círculo das pontas. Esses botões das pontas vão ajudar as abas a ficarem mais instáveis, penduradas, o que vai dar um ar mais legal pro chapéu do que se deixar as abas todas esticadas, com cara de coroa.

– Depois que tudo estiver tudo pronto, é hora de unir novamente as extremidades da base (aquelas que você colou com fita adesiva quando mediu a cabeça da criança). Dessa vez cole tudo (tudo mesmo, todos os lugares onde tem fita) com cola branca, pra deixar mais firme.

– Deixe secar bem antes de usar!

Desejo uma semana bem feliz!

:)

festa das arvorezinhas

Comentários 119 Padrão

Esta é uma festa feita para dois irmãos, um menino e uma menina.

Me inspirei na festa de um ano da filha de uma amiga, cujo tema central foram duas arvorezinhas bem simples, com copas redondas.

E ass cores da festa foram inspiradas pelas lanternas de papel que haviam disponíveis para a decoração: verde limão, roxo e azul turquesa.

O salão é bem amplo e bem legal pra trabalhar, porque a base é bem neutra (marrom), tem muita madeira e muito vidro, que deixa o verde do bosque entrar e fazer parte da decoração.

Na mesa das lembrancinhas, que ficou bem na entrada, coloquei uma toalha verde e um vaso cheio de lisiantos roxos.

Os enfeites das mesas eram garrafinhas de Ice ou Chocomilk, enfeitadas com uma tag de papel. Dentro de cada uma, três galhos de árvores com pompons de lã nas pontas.

Ao redor das garrafinhas, joguei confetes cortados no formato das copas das quatro arvorezinhas da festa.

E também coloquei em cada mesa um cardápio.

Nas portas de vidro, pendurei grinaldas de círculos de papel.

Como o pé direito do salão é super alto em um dos lados, fiquei preocupada em parecer vazio. Então caprichei nos penduricalhos.
Muitas lanternas, muitos pompons de papel de seda e muitas bolas de lã.

Os chapeuzinhos comprei prontos e só colei o adesivinho e o pompom de lã.
Ao lado deles coloquei um vaso com pinóquios verdes.

Montei uma mesa com sucos e garrafinhas, para que as próprias crianças pudessem se servir durante a festa.

A idéia original das garrafinhas, que vi em vários blogs lindos, eram garrafas de vidro. Mas fui de garrafa de plástico mesmo. Não é tão bonito, mas é bem mais seguro.

Coloquei os nomes pra não ter confusão de troca de garrafinhas.

E tinha M&M’s pra recepcionar as crianças.

A mesa do bolo e dos doces eu achei que ficou um sonho.

Na toalha da mesa principal, eu coloquei uma grinalda de círculos de papel dobrados ao meio.

Atrás da mesa coloquei os banners e lanternas de papel.

Em cada extremidade, uma das quatro arvorezinhas do tema.

O bolo era branco, bem liso, com botões e velas coloridos pra decorar.
Ainda coloquei pompons de lã na base do prato de bolo, e achei que ficou bem legal.

E encomendei alguns cakepops, que não ficaram como eu tinha imaginado, mas que no fim das contas também fizeram sucesso entre os pequenos.

Os cupcakes ficaram lindos e gostosos.

As tags fizeram muito sucesso!

E vocês viram as tags de mesa com botões?
Eu estava com a fita banana na mão pra colar as copas de papel quando me veio a idéia de substituí-las pelos botõezinhos!
Adorei o resultado!

Os docinhos também fizeram sucesso.

E deixei por último os topiários.
Tinha guardada aqui essa idéia há muito tempo, e assim que decidi o tema, lembrei deles. São arvorezinhas perfeitas, não são?
Fiz só seis, porque eles são super trabalhosos também, mas olha só que coisas lindas

Esse é mais um tutorial que vai aparecer em breve por aqui. :)

Os troncos também são galhos.
E para arrematar o vaso, usei musgo natural.

E então, não ficou tudo lindo?

:)

os bastidores (o projeto 2 de 3)

Comentários 18 Padrão

Vamos falar sobre o quarto dos elefantes e os projetos que faltam pra ele ser concluído.

Projeto 2 de 3 – os bastidores.

Todo mundo já está cansado de ver os bastidores de bordado sendo utilizados como decoração, mas mesmo assim eu continuo achando um charme.

Eu mesma já tinha usado, no meu escritório na casa antiga. Eu tinha até colocado isopor atrás, e servia como quadro de recados, era bem legal.

Mas além dos bastidores só com tecidos, pro quarto deste bebezinho eu queria fazer uns com alguma coisa diferente, e daí depois de algumas horas fuçando a web, encontrei exatamente o que eu procurava.

E me pareceu bem possível de executar, então eu resolvi tentar personalizar 3 bastidores. Vamos lá:

Pra conseguir o resultado que eu queria, era preciso carimbar o tecido. Então eu comprei uns carimbos de silicone com as letras do alfabeto, da marca Clear Stamp.

Eles são feitos para scrapbook. São letrinhas soltas de silicone (comprei maiúsculas e minúsculas) e uma plaquinha de acrílico onde você gruda as letrinhas, e daí vai carimbando.

Como eu estava trabalhando com tecido, usei tinta para tecido ao invés da carimbeira, obviamente.

Carimbar não é difícil. É só passar uma camada fininha de tinta e aplicar a pressão certa no tecido já bem esticadinho no bastidor. Não tem erro, até porque o bonito nesse caso é a falha, a aparência de carimbado. Se for perfeitinho fica sem graça.

O difícil é que as letras repetidas você tem que ir deixando espaço e carimbar depois, pois só tem uma letra de cada na cartela. E isso sim é chatinho de fazer.

Mas deu certo. Ficou bem com cara de carimbado e até meio tortinho, pois fiz 4 linhas e elas não ficaram exatamente paralelas, mas eu gostei bastante do resultado.

Depois de deixar a tinta secar bem, pra evitar acidentes, veio a segunda etapa:

Cortei no papel um molde de elefantinho (corpo e orelhinha) e recortei nas cores de feltro que achei que iam ficar mais legais.

Eu costurei o feltro no tecido com ponto simples, assim como fiz com o abajur, pra ter um resultado mais com cara de toy art de novo, já que não queria aquele visual perfeitinho do ponto caseado.

Depois eu bordei o rabinho e o olhinho do elefante com linha de costura. Foi meio que no feeling, sem muito planejamento, mas eu achei que ficou bem fofinho.

Por fim escolhi os botões, posicionei onde achava que iam ficar mais legais e aí foi só costura-los pra ter o resultado final.

Bem, seguindo a mesma linha, o segundo bastidor também foi carimbado, “bordado” e teve botões aplicados:

A frase em alemão significa “Nós te amamos” e também foi carimbada.

Depois eu bordei um coração ao redor da área carimbada, e antes que vocês me digam que o coração está completamente torto, eu já respondo que eu fiz assim de propósito, tá? Foi inclusive desenhado bem tortinho no verso pra me guiar na hora de “bordar”.

E aí eu costurei minha seleção de botõezinhos, claro que depois de estudar bem a disposição deles, né?

A dica que tenho pra dar aqui é tirar uma foto quando estiverem todos bonitinhos no seu lugar, assim você não esquece a ordem que escolheu na hora de costurar, certo?

E também é bom marcar a posição dos furinhos com caneta porosa (tem uma foto das marcações na montagem acima) pra saber direitinho onde costurar cada um, porque é bem fácil se atrapalhar com a distância entre eles depois que eles não estão mais todos no lugar.

O resultado final do segundo bastidor ficou desse jeito:

Legal, né? Eu amei esse.

É meu preferido.

O terceiro bastidor eu esqueci completamente de fotografar enquanto fazia, então só tem fotos dele pronto (foi mal, aí).

Mas a idéia já é nossa velha conhecida: as bandeirinhas felizes.

Cortei pedacinhos de tecido, colei com cola quente no fio encerado, passei o fio encerado para trás do bastidor e prontinho! O projeto 2 de 3 estava concluído, olha só:

Fofo também, né? Adoro o movimento dele, e também gosto muito que as bandeirinhas não tenham acabamento, fica com uma carinha bacana, na minha opinião, mas se você gostar de tudo mais certinho, pode fazer barra também.

Enfim, junto com os outros bastidores, só de tecido (são 11 no total), ficou tudo muito lindo.

Logo, logo vocês poderão ver o resultado por aqui. Aguardemmmmmmm.

Ah, sim. Sempre revelamos a fonte, certo? A idéia toda não é minha não. Dá uma olhadinha aqui, ó.

:)