presente pro papai

Comentários 3 Padrão

Gente! Dia dos pais virando a esquina, né? Eu tinha planejado fazer esse post com antecedência mas esqueci.

Queria mostrar o que nós fizemos pro super papai aqui de casa no ano passado, porque foi muito simples, feito pelas crianças e desde então é usado quase diariamente pelo Fá, o que eu acho bem legal.

Eu só precisei de canecas de porcelana brancas lisas – aqui é muito fácil de comprar, eu fui até Campo Largo, capital da porcelana no Paraná, que é aqui do ladinho, mas acho que em toda cidade tem – e de canetas especiais pra porcelana.

Essas canetas são fantásticas. Você desenha na porcelana, e ainda pode apagar e corrigir, e ela fixa a tinta quando você queima a peça (coloca no forno pelo tempo e temperatura determinados pelo fabricante da caneta).

As minhas canetas eu encomendei nos EUA, da marca Porcelaine, mas pelo que vi agora no Google tem pra vender no Brasil uma marca chamada Creative Marker Compactor, acho que deve ser a mesma coisa.

Então é só dar as canetas na mão dos pequenos e deixar a criatividade deles rolar solta. :)

E depois é só queimar, e está pronto!

Esse foi o desenho do meu filhote menor, que na época estava com 2 aninhos:

canecas 03

canecas 04E este foi da minha garotinha, na época com 4 anos, ela desenhou ela e o pai de mãos dadas:

canecas 02

canecas 01Eles encontraram alguma dificuldade, pela caneca ser arredondada e a caneta não ser muito fácil de usar. Se você ficar segurando ela parada, a tinta continua saindo, então não saiu exatamente como ela planejou.

Eu sugiro pegar uma peça velha em formato parecido que você tenha em casa para praticar.

E bem, essas canecas já foram lavadas mais de 100 vezes, com certeza, e a tinta continua lá.

Acho que ficou muito em cima da hora pra fazer, né? Mas olha, aqui em casa a gente ainda não fez nada também, temos algumas ideias, vamos tentar colocar em prática nesses três dias, mas eu não posso contar porque o maridão lê o blog.

Mas eu mostro depois, combinado?

Vou aproveitar e deixar dicas de coisinhas que fizemos nos anos passados por aqui:

2011 – cartão com coração de pezinhos (ótimo pra bebês e crianças pequenas) e moldura pros artistas soltarem a imaginação. Aqui.

diadospais0004

2012 – árvore de mãozinhas, outras ideias da internet e a moldura pra baixar. Aqui. 

08 093

E vocês, criaram alguma coisa pro papai? Ainda dá tempo, viu? :)

Vou tentar postar os carimbos até amanhã, ok?

Lahna :)

mais coisas monstruosas

Comentários 6 Padrão

Voltei pra falar um pouco mais de monstros, como prometido. :) Como sempre, eu esqueci de mostrar o convite, né? convite monstrinhos   E algumas pessoas me perguntaram o que foram as lembrancinhas, e como falei no post, cada criança levou pra casa um monstrinho adotivo. :) monstrengos 063 Bem, como prometido, segue o arquivo dos monstrinhos para download. Eles estão em JPG, clique em cima da imagem com o botão direito do mouse e selecione “Salvar imagem como”.

O convite: convite menino   Versão para monstrinhas: convite meninas Os monstrinhos: monstrengos menino E para as meninas: monstrengos menina   Os olhos: olhos menino   olhos menina E os monstrengos para colorir: monstro para colorir 1 monstro para colorir 2 monstro para colorir 3 monstro para colorir 5 monstro para colorir 4 As bocas, como eu falei, não fui eu quem desenhou. Mas deixei o link no final do post da festa para quem tiver interesse em comprar online, ok?

Bem, queria deixar também algumas ideias super bacanas que eu não fiz por falta de tempo, mas que acho super divertidas pra uma festa no tema.

Algumas atividades para os monstrinhos:

c20bb12269c15bd57ea10332d3cbdb6d

via Pinterest (sem link original)

Uma versão divertida do “coloque o rabo no burro”, este jogo se chama “coloque um olho no monstro”, e é super simples de fazer com olhos impressos em papel adesivo, um cartaz grande e uma venda.

dsc05590

Esse lindão aqui tem tutorial.

Outra atividade super divertida é “acerte a boca do monstro”.

Trents-First-Bday-21

Pra jogar saquinhos de tecido recheados com areia, via The Photographer’s Wife.

dsc05632

Este também tem tutorial aqui.

E que tal uma Piñata, hein? Eu queria muito ter feito uma, já que a da galinha foi um mega sucesso, mas não tive tempo.

Outra atividade que eu tenho certeza que teria sido um sucesso por aqui é “crie um monstro”.

Basta cola, papel, olhos, bocas, chifres, orelhas e narizes, e a diversão está garantida!

14a3c2303da1dbbabe85b910550cd2e5

via Pinterest (sem link original)

9a4c25a86e2671fca2ad114bf05c41f8

Esse daqui é pra comprar, super baratinho, via Etsy.

Na mesma linha, dá pra fazer pedras monstro. Você pode deixá-las pintadas se quiser menos bagunça, e disponibilizar marcadores permanentes, olhos móveis e cola, ou se não se importar, deixar tudo por conta dos pequenos.

rock monsters pebble magnets

via Coast

E pra quem tiver mais tempo, tem um montão de ideias legais de cabines pra fotos, quer ver?

101503340.jpg.rendition.p

Esse tem o arquivo pra impressão. Via Better Homes and Gardens.

b03ee1e0c44ec19b1e602aef11bdb899

Esse é um sofa-monstro super legal, via Pinterest (sem link original).

Esses são legais pra tirar fotos da família toda:

6eadcdc531150f87bf7fcb837fd502df

Super fácil de fazer, via Pinterest (sem link original)

7e4fb3b48a4b103b3d43919c497eee6e

Bem coloridão, via Pinterest (sem link original)

8e001f3a65ff6dd544472a5dbfd076b1

Para monstros de todos os tamanhos, via Pinterest (sem link original)

monster-birthday-party-furry-photos-booth-7

Achei essa caixa bem criativa, via Hostess with the Mostess.

261017fdabbb8e698ca4d6ee39eeaba3

Fofinhos, via Pinterest (sem link original)

E olha que legais essas ideias de decoração e de comidinhas para a festa:

dsc05465

Um porta retrato cheio de olhos, via Lilluna

e6ecda809efa64e070567414fc6a2dac

Uma porta verdadeiramente monstruosa (não chinfrim, como a minha), via Pinterest (sem link original)

DSC_0609

Máscaras de E.V.A. pra monstrificar os pequenos, via Nounces

il_570xN.240437402

Camisetinha para o aniversariante, via Etsy

Um painel, com monstros gigantes pra colorir, serve tanto como decoração quanto como atividade:

Outra decoração que achei lindona, usou quadros com monstrinhos atrás da mesa do bolo:

575fb4b26f5836dbd56558da6be9cd58

Lanchinhos assustadores, via Pinterest (sem link original)

Trents-First-Bday-3

Gelatinas com olhinhos comestíveis, via The Photographer’s Wife.

Bolas de praia podem servir como decoração se houver piscina,

Trents-First-Bday-29

via The Photographer’s Wife.

Ou se não houver também.

E também são ótimas lembrancinhas:

jackbday9-292x450

Crianças amam bolas, e se elas tiverem cara de monstro, é melhor ainda, via The Cupcake Tower

Outra lembrancinha bem legal de personaliar são potes de massinha:

monster_party_7

Super simples de fazer, via Chicabug!

Ufa! E é isso! Muitas ideias legais, hein?

O Pinterest é uma das minhas coisas preferidas dos últimos tempos. Acho fantástico quantas coisas lindas e quantas ideias legais podem existir em um só lugar.

Sempre que for dar uma festa, dê uma passadinha lá primeiro! :)

Eu volto ainda essa semana (espero) pra falar sobre os pedidos do segundo semestre, ok?

Ah, e se usar os arquivos, manda foto pra mim, tá?

Lahna :)

obrigada e um texto sobre o que vale a pena

Comentários 10 Padrão

Obrigada!

Por todo carinho e todos os elogios enviados nesta semana!

Fico muito feliz com essa resposta, obrigada!

Eu recebi muitos e-mails pedindo informações e orçamentos nesses dias, e prometo que vou responder a todos, mas primeiro tenho que terminar os projetos que estão em andamento, então peço um pouquinho de paciência. :)

Pra encerrar essa semana, que foi tão legal, eu queria deixar um texto muito lindo, que minha mami me mandou hoje.

Esse texto, que o Renato Essenfelder publicou, no última dia 17 pra sua filha que acabara de completar dez anos, me emocionou muito, muito.

E eu queria dividir com vocês, pessoas tão queridas que me acompanham aqui.

Não é um texto pra quem tem filhos, é um texto pra todo mundo. Um texto sobre prioridades, escolhas e valores.

Eu sempre estou tentando ensinar aos meus filhos sobre as coisas realmente importantes da vida, e às vezes acho tão difícil colocar em palavras quais são essas coisas e explicá-las para as crianças, mas ele fez isso tão bem, e com tanta poesia, que tocou a mim também, e me fez rever a minha vida e as minhas escolhas.

E eu gostaria que vocês também pudessem ler e sentir isso. :)

“Conselhos para uma menina de dez anos (e para mim).

Filha, você está com 10 anos agora. Que idade bonita. Não é nem muito criança nem grande demais para se fechar em si mesma. Os mistérios do mundo continuam aí, à sua frente, e você ainda é sensível a eles.

Continua no ar a magia das assombrações, a magia que não tocamos nem vemos, mas que se percebe ao nosso redor. Continua o medo do escuro, e você correndo para a minha cama antes que eu possa impedir. Tem ainda fresca a tela infinitamente colorida da imaginação, mas também já descobriu a pequenina e poderosa lâmpada da razão, sabe onde está a luz do livre pensar. Já sabe respirar fundo e atravessar a rua – a rua, filha, tão assustadora rua, que parecia infinita e intransponível ainda ontem, mas que logo você vai dominar. Dá os primeiros passos no teu próprio caminho.

Queria te dizer umas palavras, filha, e registrá-las aqui para que não possam nunca se perder. Guarde com você, de todas as formas. Mesmo quando brigarmos, quando amar e odiar tudo misturado ao mesmo tempo – a mim e ao mundo –, quando o horizonte se alargar até sangrar a vista e você chorar diante de tantas opções que não acabam nunca: tenha estas palavras perto de você.

 ***

Eu queria dizer o óbvio, filha, porque pouca gente enxerga ou diz o óbvio hoje em dia, e é importante lembrarmos das pequenas coisas. Eu queria que você cultivasse a vida inteira muito bom senso, inclusive para me contrariar. Isso resolverá mais da metade dos teus conflitos. Um pouco de bom senso (equilíbrio e capacidade de se colocar no lugar dos outros) antes de falar, agir, condenar, e você terá mais paz em tudo.

Pense que para tudo na vida existe um caminho do meio, e que no meio do caminho é normal a gente fraquejar. Mas nós seguimos, filha, porque é o certo a fazer – ainda que sigamos por outro caminho, porque não há problema em mudar de ideia ou de caminho. E em tudo o que fazemos nos doamos. Você não deve entrar em nenhum projeto sem se dedicar a ele. Jamais peça para assinar trabalhos dos outros na escola. Também não cole nas provas, não ceda.

As provas são quase sempre meio bobas, filha. As provas de matemática, português, todas elas. Eu quero que você tire dez em todas, é claro, mas sobretudo quero que você seja feliz, e que tire dez na vida. Os prêmios, filha, aqueles de bom comportamento, ou a opinião boba dos outros, elogios de quem mal te conhece, essas coisas não valem quase nada. Esteja em paz consigo, goste de quem você é, orgulhe-se de si, e não de coisas circunstanciais como uma nota ou um desenho ou o elogio de um estranho, e você vai ser bem mais feliz.

Todo o mundo o tempo inteiro vai tentar te seduzir para a mediocridade, como se houvesse uma grande seita de mediocridade no mundo. Agradeça e recuse. Procure ser grande, e não importa se está servindo mesas – há uns anos você me disse que queria ser garçonete, e brincava de me servir o café da manhã com carinho e presteza – ou se está pesquisando a cura do câncer. Seja grande no seu mundo, ainda que o seu mundo seja pequeno. Isso não tem importância.

Mas o que eu queria dizer mesmo é isto: o melhor da vida é a vida. Pode parecer uma bobagem, e perdoe a redundância. O melhor da vida é a vida, é tudo o que está vivo, Alice. Quando eu digo isso, digo que você não se aborreça nem encante com objetos. Nada do que não tem vida merece muita estima: nem roupas nem sapatos nem carros nem pianos nem a mobília que o cachorro arranhou nem as bonecas da Monster High. O mundo tem milhões de Draculauras. Elas estão todas reluzindo em suas caixinhas de plástico e papel. Mas a Draculaura é só um pedaço de plástico bonito, filha, e, a não ser que esses objetos nos remetam a pessoas e memórias especiais, eles são bobos.

O melhor da vida são os seres vivos, trate-os bem. Estou falando das suas amigas, da família, mas também dos cachorros e animaizinhos e das plantas, daquelas flores do jardim – brigamos quando você as amassou, lembra? Cuide de tudo o que tem vida. Você pode ter todas as bonecas do mundo e não curtir mais do que um sorvete comigo à tarde. Não tem nada melhor do que tomar sorvete contigo à tarde (e é por isso que quando amassaram o carro novo ou quando roubaram o antigo eu não me importei muito, nem quando o cachorro destruiu aqueles chinelos nem quando quebramos os copos; essas coisas não têm vida, e, mesmo que sejam caras, estão mortas. Ninguém deve chorar um relógio perdido).

Trate bem as pessoas. Se você puder ajudar alguém, ajude. Às vezes um gesto que não lhe custa muito pode mudar a vida de alguém. Eu passei muitas vezes por isso, indicando alunos para trabalhos, conversando com escritores iniciantes, ouvindo desabafos. São coisas que não me custaram muito – às vezes, menos de dois minutos. Mas, em alguns casos, fizeram muita diferença. Ajude, se puder.

Mas também não se sacrifique demais, isso não é bom.

Ponha-se em primeiro lugar, sempre, no sentido de procurar estar bem antes de fazer o bem. Alguns vão torcer o nariz e podem dizer que isso é egoísmo, mas não ligue. Lembra das instruções do avião? (Tenho tanto orgulho de você voando sozinha para me ver, vencendo o medo.) Eles dizem que, se caírem máscaras de oxigênio do teto, você deve pôr a sua antes de ajudar a pessoa ao seu lado. Eu quero que você seja assim na vida: quando faltar ar, cuide primeiro da sua reserva, e depois imediatamente faça tudo o que puder para ajudar as pessoas à volta. Sem o seu próprio ar você desmaia, filha, e não ajuda ninguém.

E lembre-se: seja gentil. O mundo não será gentil com você. Ele vai bater, atropelar, esmagar sem que você se dê conta (até que esteja caída). Você não precisa revidar à altura, não precisa quebrar a cara do mundo – até porque isso é impossível, ele é muito grande e disforme, e você é só uma garota. Mas você vai levantar, sempre. Você sempre vai levantar, não importa a altura do tombo, e vai seguir em frente sem confundir o buraco com o chão, a parede com o horizonte. Não ache que o mundo é horrível porque há tantos horrores nele. Não perca a perspectiva das coisas. Um dia é só um dia, e você terá uma vida longa pela frente. Aprenda com seus erros e siga adiante.

Não se preocupe, também, se não alcançar o pico da montanha. Não se cobre demais, não se exija demasiado. Não seja nem medíocre nem paranóica. Dê o seu melhor e vá descansar. É justo.

Nos intervalos, leia muito. Literatura, filha, romances desses em que vivo enfiado. Você nem imagina como isso fará diferença na sua vida. Não para passar numa prova, mas para encarar um namorado, um desafio, medo e dúvida, o mundo, o tudo.

Esqueça “certo” e “errado”. Não sinta culpa por mais de um dia. Viva com amor e alegria, seja justa e equilibrada (jamais “boazinha”). Não tome carona com pessoas embriagadas – teu tio quase morreu nessas – não use drogas, cuida do teu corpo e cabeça, não faça nada estúpido para se enturmar com pessoas estúpidas. (Lembre: bom senso.)

Não é só do alto da montanha que a vista é bonita. Desde o chão a gente pode achar flores – lembra como achamos pequenas flores, trevos de quatro folhas, gatos escondidos sob carros, cachorros vadios, pedras bonitas, perfumes e pássaros num simples passeio pela quadra?

A vista é bonita durante boa parte da caminhada. Se não for, transforme-a. Se não puder, apresse o passo. Chore, se for preciso, e não tenha vergonha disso. Só não fique parada. Cultive o seu jardim.

Seja otimista, porque no fim tudo dá certo, sempre. Se as coisas não parecem ainda certas é porque você ainda está no meio do caminho, e não no fim.

Seja otimista, mas não esqueça de cultivar o seu jardim.”

Desejo um lindo final de semana pra vocês, cercados do que é mais importante nessa vida.

Lahna :)

o primeiro natal

Comentários 6 Padrão

Eu estou viajando, e por isso sem tempo pra passar por aqui, postar coisas legais, responder comentários e tudo mais.

Volto em dezembro e tenho grande planos pra esse bloguinho.

Mas mesmo estando longe, eu não podia deixar de compartilhar com vocês esse trabalho tão lindo e emocionante da Voa Flor.

Um jeito lindo de contar a história do Natal. Mostre pros seus filhos, pros seus pais, pros seus amigos e encha sua casa de amor e de alegria.

Se depender de mim, hoje é dia de festa pros anjinhos no céu.

Lahna :)

volta às aulas com carinho

Comentários 68 Padrão

Hoje os pequenos aqui voltaram à escola, e eu resolvi escrever esse post, que estava na fila há algum tempo pra aparecer por aqui.

Este ano eu resolvi começar a mandar o lanchinho de casa ao invés de contratar da cantina, como fazia antes.

Isso aconteceu por que, como são dois filhos frequentando a escola agora, o custo pra comprar de lá ficou alto demais.

E também porque, apesar dos meus não serem muito seletivos, tem algumas coisas que eles não curtem muito, e outras que eu também não curto muito que eles comam.

Então eu me organizei e acabou ficando super simples pra mandar de casa. Cada dia da semana eu escolho uma fruta, alguma coisa salgada e alguma coisa doce e um suquinho, e eles tem se alimentado super bem.

Aconteceu que, quando as aulas começaram, tive a ideia de fazer um desenhinho de uma carinha feliz no saco do lanche e fechá-lo com uma fita bonitinha, pra eles saberem que eu tinha preparado a comida com carinho e ficassem felizes ao abrir a mochila e encontrar o pacote.

Fiz correndinho, em dois minutos enquanto preparava tudo na correria de sair pra escola.

E no dia seguinte, eu resolvi fazer de novo, e de novo, e de novo, e pra não ficar sempre a mesma coisa, eu comecei a mudar as carinhas e as fitas, e depois comecei a desenhar outras coisas e inventar outros jeitos de decorar os saquinhos.

Muitas vezes eles só descobriam o que tinha desenhado nos saquinhos na hora que abriam as mochilas, e eles amaram ter essa expectativa de chegar na sala de aula e ver o desenho do lanche. Até as profes confessaram pra mim que ficavam esperando pra ver qual o desenho do dia. :)

E assim fizemos o primeiro semestre quase inteiro. Com exceção de alguns dias que a correria foi grande e não consegui cinco minutos pra desenhar, ou nos dias que acordei com inspiração zero. Mas a grande maioria dos dias rolou um desenhinho, às vezes mais caprichado, outras vezes mais preguiçoso, mas estava lá.

E hoje, com a volta às aulas, novamente o saquinho foi desenhado, e imagino que a hora que eles abriram as mochilas devem ter dado um sorrisinho por saber que a mami preparou o lanche pensando em fazê-los felizes.

É um gesto simples, mas eu sei que faz diferença pra eles. E faz diferença pra mim também.

Alguns dos desenhinhos que rolaram nesse primeiro semestre:

lanchitos 01

 

Os animais são com certeza o tema mais freqüente.

lanchitos 02

 

Frutas sorridentes também gostam de aparecer.

lanchitos 12

lanchitos 13

 

Adesivinhos são soluções fáceis para os dias em que o tempo está curto.

lanchitos 19

 

lanchitos 20

 

Monstros são super fáceis de desenhar e os pequenos adoram.

lanchitos 05

lanchitos 06

 

Legumes também mostram suas carinhas felizes.

lanchitos 10

lanchitos 11

 

Fantasminhas pra assustar a fome.

lanchitos 24

lanchitos 26

lanchitos 25

 

Os animais geralmente são separados por habitat.
Um dia eles são da fazenda, outro são animais de safari, outro da floresta e outro dia podem ser animais marinhos.

lanchitos 08

lanchitos 09

 

Também rolam lanchinhos temáticos.
Lanchinhos juninos, lanchinhos especiais de aniversário ou lanchinhos de Páscoa.

lanchitos 17

lanchitos 18

 

Nhac nhac.

lanchitos 04

 

Piu piu.

lanchitos 03

 

Às vezes os bichos também mandam recados para menininhas que não estão se alimentando direito.

lanchitos 15

lanchitos 16

 

As frutas também costumam falar.

lanchitos 22

lanchitos 23

 

Dentro do saco de lanche, muitas vezes há saquinhos menores, que vão com identificação da comidinha que guardam.

lanchitos 33

 

E quando tenho mais tempo pra preparar tudo, às vezes eu brinco com carimbos.

lanchitos 39

lanchitos 38

 

Dias sem inspiração geralmente são assim:

lanchitos 31

 

Quando tem um alimento que precisa de talher pra comer, ele vai do lado de fora do saquinho.

lanchitos 36

lanchitos 35

 

Aproveitamento de sobras de material de festa:

lanchitos 37

 

Às terças sempre é dia da fruta, então além da fruta do lanche sempre envio um pacotinho separado com a escolha do dia:

lanchitos 42

lanchitos 34

 

Às vezes eu não sei como desenhar um bicho e procuro uma ilustração no Google Images pra me ajudar.

lanchitos 40

lanchitos 41

 

Mais aproveitamento de sobras de festa:

lanchitos 27

 

Quando temos bastante tempo antes de sair (muito, muito raro) eles mesmos colorem os desenhos:

lanchitos 30

 

E os pacotinhos às vezes também ilustram o clima daquele dia.

lanchitos 43

lanchitos 44

Outras vezes eu me empolgo e gasto tempo demais nos desenhos, e acaba não sobrando tempo pra fotografar.

Então algumas coisas bem legais acabam ficando sem registro, como bicicletas, matrioskas, bolos de aniversário e mais alguns. Mas mesmo sem ter registrado cada um dos pacotinhos cumpriu sua função de levar uma porçãozinha de alegria para os filhotes.

E mesmo pra quem não manda lanchinho de casa, dá pra deixar um pouco de alegria pra surpreender os pequenos. Esses tempos eu participei de um curso que tomou alguns dias inteiros, e pra facilitar contratei o lanche da cantina pra essas datas.

Mas dentro da mochila de cada um, junto da agenda, foi um cartãozinho com um desenho e um recadinho simples, compreensível mesmo pra quem não sabe ler.  :)

Essas sementinhas de amor que plantamos no coração das crianças podem fazer uma grande diferença em suas vidas no futuro, né? Quem sabe?

Sentir-se amado e querido faz bem pra auto estima de qualquer pessoa.

Quem sabe esse post também te dê algumas ideias. Espero que seja um semestre super legal e produtivo para mamis e filhotes.

Lahna :)