uma festa musical

Comentários 33 Padrão

Hoje eu vim contar sobre a festa mais legal que eu já fiz.

Essa festa teve um astral tão bacana, que todo mundo que estava nela se divertiu. Pra caramba.

Teve criança falando pra mim que foi a melhor que festa que já foi na vida! E eu, bem, eu curti demais também. :)

Então vou falar pra vocês sobre a Festa Musical.

Essa festa era pra ser duas. Uma festa Star Wars e uma festa com tema jardim. Mas por conta de uma viagem que terminaria poucos dias antes da festa, eu resolvi simplificar tudo e transformar duas festas em uma só.

A princípio houve confusão, já que não havia consenso sobre um tema só para os dois aniversariantes, até que eu tive a ideia de fazer a festa de música e meio que decretei que esse seria o tema, sob alguns protestos, é verdade.

Faltava pouco tempo pra gente viajar, então eu corri pra deixar o máximo possível organizado antes. Pra começar, eu criei uma ilustração dos dois pequenos e de alguns instrumentos musicais, que usei no convite:

conviteComo vocês podem ler no convite, dessa vez eu chamei duas artistas musicais, integrantes da Taque Tique Tá, uma banda infantil muito legal, pra entreter a criançada.

Fiz contato com a Lívia, da Dellicato, a minha fada dos bolos e docinhos, e reservei a data.

E me dei conta de que eu não teria tempo de fazer toda a decoração, e que nem ia conseguir colocar minha Silhouette pra cortar, então, pela primeira vez eu pedi ajuda. Mas não foi qualquer ajuda. Foi de uma pessoa que eu vinha observando há tempos no Instagram, que tem um trabalho minucioso e que, dá pra perceber pelas fotos, tem muito amor pelo trabalho, e é perfeccionista, assim como eu. A Isamara Neves, da Scrapisa.

Fiz os desenhos já separados por cores, e desenhei também umas notinhas musicais simpáticas, enviei pra ela e pedi 6 bastidores com recortes de papel, 2 bastidores com números feitos em botões, tags para docinhos, chapeuzinhos e bolo.

Além disso encomendei uma pinhata, pratinhos e copinhos de papel, um kit de instrumentos de percussão e fui na feirinha do Largo da Ordem comprar as lembrancinhas.

E fui viajar.

Quando eu voltei, organizei tudo bem rapidinho, fiz apenas mais alguns pequenos detalhes pra decoração e só. Estava pronta a festa!

Foi uma festa pequena, para família e alguns poucos amigos, e simples mas cheinha de amor.

musica 431musica 581

Olha que coisa linda os bastidores que a Isamara fez pra mim:

musica 571

musica 131

musica 141 musica 121 musica 151 musica 211 musica 181 musica 161 musica 201 musica 221 musica 191

Ficaram demais, né? :)

Usei lanternas e leques que tenho guardados nas duas laterais da mesa, pra dar cor e alegria:

musica 601 musica 591

Escolhi algumas flores nas cores da festa:

musica 81 musica 91

E mandei pra Livia a foto de um bolo de tamborzinho que vi no Pinterest, que ela reproduziu perfeitamente:

musica 171 musica 21 musica 791

musica 521

Ela também fez pra mim um naked cake com recheio de bem casado (que estava divino!) onde coloquei os toppers de notinhas musicais que a Isamara fez pra mim:

musica 451 musica 11 musica 461E também pedi um brownie pra ela, mas confesso que era só pra usar o meu prato alto com tampa, que eu comprei esses tempos na Tok Stok… rs… (mas valeu a pena, porque o brownie estava uma delícia).

musica 101

musica 611

E os docinhos, que estavam incríveis, especialmente o brigadeiro de paçoca e o de creme brulé que eu não conseguia parar de comer, também ganharam tags de notinhas musicais:

musica 551 musica 541 musica 511 musica 531 musica 501 musica 441 musica 71 musica 51 musica 41

E essa era a mesa principal, bem simples, nem toalha tinha, mas eu amei.

musica 561Ah, tinha também as luzinhas de led que comprei no Ali Express um tempo atrás, que deram um charminho a mais.

musica 231

No balcão de apoio ficaram as lembrancinhas, chapeuzinhos e pratinhos e copos.

musica 1051

musica 741

A lembrancinha foi um caxixi para cada criança. É um instrumento musical feito à mão, bem artesanal. É como um pequeno chocalho com som bem característico.

Comprei na feirinha do Largo da Ordem, com o Claudinei, a barraquinha dele fica bem em frente à mesquita, e o telefone dele é (41) 9742-8664. Ele também fabrica berimbaus e outros instrumentos.

Fiz umas mini bandeirinhas com washi tape pra decorar a prateleirinha.

musica 781

musica 651

As tags eu imprimi em casa e cortei com estilete, os cantos arredondados fiz na tesoura mesmo, e prendi nos caxixis com baker’s twine.

musica 641

Eu amo chapeuzinhos de aniversário, e este ano ao invés de enfeitar com papel crepom, eu resolvi fazer pomponzinhos de lã e usar o grelô pra dar acabamento na base. As tags a Isamara fez pra mim.

musica 671

musica 771 musica 761

Os pratinhos e copinhos eu comprei na Parangolé, e os garfinhos de madeira eu já tinha em casa, apenas decorei com washi tapes nas cores da festinhas:

musica 691 musica 711 musica 701 musica 681

Na suqueira, coloquei duas miniaturas que a Isamara fez, e ao lado os canudinhos de papel, que eu uso mais como decoração mesmo, porque eles não são muito bons como canudos, mas são liiindos!

musica 731 musica 721 musica 751 musica 311 musica 1091

Como centros de mesa, usei as mesmas garrafinhas de sempre, com flores e decoradas com washi tapes e fitas coloridas. Essas tags eu imprimi em casa e cortei com furador.

musica 251 musica 241

Bem, agora vem a melhor parte. Porque fez um dia maravilhoso, foi um presente. No dia anterior fez tanto frio que não dava pra ficar do lado de fora, e no dia seguinte caiu muita água. Mas aquele dia foi perfeito, então a gente ficou praticamente o tempo inteiro do lado de fora.

musica 951

Joguei duas cangas gigantes e todas as almofadas que eu consegui encontrar no chão, e montei uma mesinha com comidinhas para os pequenos.

musica 941

musica 991

musica 911 musica 901 musica 881 musica 871 musica 861 musica 851

Também tinha uma estação de suco pra refrescar:

musica 841 musica 921

E decorei a árvore para ser o cenário do “palco” das meninas que iam fazer o show pra criançada:

musica 981

E bem, meu canto preferido da festa foi, sem dúvida nenhuma o balcãozinho com os instrumentos musicais:

musica 391

Boa parte dos instrumentos a gente já tinha, mas comprei um kit de instrumentos de percussão pra que todo mundo tivesse um instrumento pra tocar na festa.

musica 341

Decorei o móvel com algumas tags de notinhas musicais:

musica 351 musica 371

E também fiz mini bandeirinhas de washi tape:

musica 381 musica 401

Aluguei duas camas elásticas, na intenção de separar crianças maiores das menores:

musica 971 musica 961

Mas a estratégia não funcionou… rs…

E fiz um cantinho de pintura. Imprimi os contornos dos meus desenhos bem grandões e deixei giz de cera à disposição. Isso sempre faz muito sucesso entre os pequenos.

musica 1001 musica 1111 musica 1121 musica 1101

Fiz um varalzinho pra eles exporem as suas obras de arte:

musica 331Coloquei a TV na varanda, com alguns DVDs musicais bem legais, mas nenhuma criança deu bola, porque estava divertido demais pra parar na frente da tv. :)

Mas eu super recomendo esse DVD do Barbatuques, que se chama Tum Pá, ele é sucesso absoluto aqui em casa.

musica 321

E logo chegaram as meninas do Taque Tique Tá.

musica 1141 musica 1161 musica 1151

Foi muuuuuito legal! Elas conseguiram envolver muito as crianças, especialmente os menores. E os adultos também adoraram! :)

musica 1171

São duas queridas. Super recomendo! :)

musica 1181 musica 1191 musica 1201

Depois foi a vez de quebrar a pinhata!

musica 1211

Todas as crianças bateram muuuuito na pinhata até que finalmente um dos meninos maiores conseguiu quebrá-la.

musica 1221 musica 1231

Pinhatas são diversão garantida, eu encomendei esta com a Pinhatas Erika, mas elas são bem fáceis de fazer, tem um montão de tutoriais no Google. :)

musica 1241

Depois disso foi a hora de cantar o parabéns, e olha só que fofurinhas as velas que eu achei na casa de festas. Elas não tem nada a ver com o tema, mas são tão fofinhas que eu não resisti. :)

musica 1251

E a festa ainda continuou, foi até bem depois de escurecer, parecia que ninguém queria que terminasse, porque estava tudo muito legal.

Eu fiquei tão feliz, mas quem ficou mais feliz foram os dois aniversariantes, que depois vieram me dizer: “ainda bem que a nossa festa foi de música, porque foi a festa mais legal!”. :)

E quem fez esse registro lindo de tudo foi a fotógrafa Karine Kuromiya, uma querida que foi indicada por uma amiga que também é querida.

E foi assim a festa. Feita com bem menos planejamento e bem menos trabalho que nos anos anteriores, mas sem dúvida a mais divertida e feliz que já rolou por aqui.

E olha, tem um quarto de uma garotinha que ficou pronto esses dias, que está lindo demais, e que eu logo venho mostrar por aqui, tá?

E tem também uma ideia muito legal de atividade pra fazer nas férias. Então vou tentar achar tempo pra vir contar pra vocês.

Uma ótima semana!

Lahna :)

ovinhos de giz de cera

Comentários 7 Padrão

Sábado eu postei duas imagens no Instagram (@casacomamor) que despertaram curiosidade em algumas pessoas, então eu achei que seria legal fazer um post rapidinho sobre as lembrancinhas de Páscoa que fizemos para os amiguinhos da escola neste final de semana.

pascoa 61Desde que minha primeira filha aprendeu a segurar um giz de cera, já se foram muitas e muitas caixinhas e giz soltos, que vieram de brinde em restaurantes, revistinhas, lembrancinhas em aniversários, ou que foram compradas. Giz de todos os tamanhos e cores que na grande maioria das vezes acabam quebrados em toquinhos sem utilidade.

E eu fui guardando, guardando, até que um pote se encheu e mais um, e mais outro.

Então, semana passada, passeando numa lojinha xing-ling, vi pra vender forminhas de silicone para chocolate com forma de ovinhos de Páscoa. E tive a ideia de transformar aqueles giz todos em ovinhos de giz para os coleguinhas da escola dos filhotes. As forminhas custavam baratinho, o giz eu já tinha, então o custo seria mínimo e o presentinho diferente.

Sábado eu peguei todo meu estoque de restos de giz e comecei a separar por cores: todos os tons de verde, todos os tons de azul e roxo, vermelhos com laranjas e bordôs, todos os tons de rosa e “cor de pele” (não gosto dessa definição), pretos com marrons e amarelos com brancos. Feito isso, comecei a picar todos os giz, o que chamou a atenção das crianças, que quiseram ajudar.

pascoa 111

pascoa 101

pascoa 91Depois de tudo picadinho, foi só distribuir nas forminhas e levar ao forno, e o resultado ficou bem legal:

pascoa 81

pascoa 71

Como eu errei a conta, achando que oitenta ovinhos seriam suficientes, e acabaram faltando dois, ontem a noite eu fiz esses dois e fotografei o processo pra mostrar pra vocês como é simples.

Depois de separar o giz de cera por cores, e picar em pedacinhos, tem que encher bem cada ovinho e colocar no forno já quente (180 graus).

pascoa 11Um dos segredos é não deixar muito tempo no forno, senão sua casa vira uma fumaceira, e o giz se separa muito, deixando uma camada transparente na parte de baixo que não colore. Então são poucos minutinhos, só para pegar bem o desenho da forminha.

pascoa 121Tira do forno e deixa descansar um pouco, uns cinco minutinhos, para dar uma primeira esfriada e endurecer um pouco. Depois disso leva ao freezer, por uns 15 minutos, e os giz estão prontinhos!

pascoa 141

pascoa 151Aqui em casa nós fizemos dois giz para cada amiguinho, e então colocamos em saquinhos plásticos.

pascoa 51

Eu fiz tags com coelhinhos, que prendemos com twine, e usamos como embalagem os mesmo saquinhos kraft de sempre, fechados com washi tape.

pascoa 21

pascoa 41E prontinho! Lembrancinhas para 41 crianças, com custo baixíssimo!

pascoa 131Uma dica pra agilizar o processo, enquanto uma fornada está derretendo (eu comprei duas forminhas de dez ovinhos cada), descansando e congelando, eu fui picando as outras cores, assim foi tudo bem tranquilo, deve ter levado pouco mais de duas horas pra fazer os 80 ovinhos de giz.

E você? Já transformou seus restinhos de giz em alguma coisa? Que tal aproveitá-los nesta Páscoa?

Uma ótima semana pra você!

Lahna :)

yoda e a princesa robô

Comentário 1 Padrão

E o carnaval, como foi?

Aqui foi uma chuvarada sem fim, e até um pouco de frio.

Mas as crianças tiveram sua festinha de carnaval na escola, e também fizemos um bailinho aqui em casa para as criançada da vizinhança (e eu ainda estou achando confetes perdidos na minha sala… rs…).

E como nos anos anteriores nós decidimos fazer as fantasias em casa, aproveitando que eles estavam de molho a semana inteira, sem poder ir pra escola por causa das famosas “ites” que desta vez resolveram aparecer no verão.

Então ela escolheu ser uma robô e ele, que adora personagens e é louco por Star Wars mesmo sem nunca ter assistido a um filme, escolheu ser o Yoda.

O Yoda teve custo zero. Usamos uma camisa do papai, uma tira de feltro como cinto e eu fiz um gorrinho com orelhas, também de feltro, com arame e algodão pra deixar as orelhas mais estruturadas. Todos os materiais que já tinha em casa.

Peguei a ideia do gorrinho daqui, mas eu costurei à mão mesmo porque minha máquina continua guardada e só pra lembrar como passa o fio e tudo mais eu ia levar uma tarde inteira.

Olha só que bacana que ficou:

carnaval_15_21

 

carnaval_15_41

carnaval_15_51Já a fantasia de robô eu estava super em dúvida de como deveria fazer. Então encontrei essa fantasia fofa de robô bailarina, que ela adorou e pediu pra que a gente fizesse das mesmas cores.

A saia ela já tinha, e também tínhamos o EVA, as bolas de isopor, os limpadores de cachimbo e o feltro, as caixas eu comprei, pois não tínhamos do tamanho certo, e mesmo assim na lojinha que fomos não achamos os tamanhos ideais. E comprei também um potão de tinta guache branca e deixei eles pintarem as caixas, só dei os retoques depois.

O que acabou me pegando de surpresa foi o preço do duto de ar condicionado, que usei pra fazer as pernas e braços. O problema é que só achei pra comprar no mínimo 5 metros deste duto de 100 mm. Mas tudo bem, ainda assim custou muito menos que uma fantasia pronta.

Na hora de ir pra festa ela acabou não usando as “pernas” de robô, porque incomodavam. Mas mesmo assim ficou uma gracinha minha robô bailarina banguela. :)

carnaval_15_61

carnaval_15_71

carnaval_15_81

carnaval_15_91Pra mim, fantasiar os pequenos é praticamente o único contato que eu tenho com carnaval todos os anos.

Não sou fã de lugares lotados, muvuca, essas coisas. E também não sou fã de trânsito pra descer pra praia. Mas adoro um feriadinho bem tranqüilo, com a família. Pena que o sol não deu as caras pra gente passear mais, mas mesmo assim, foi bem legal.

E poraí, como foi?

Até breve.
Lahna :)

ao mestre, com carinho

Comentários 4 Padrão

Hoje foi o Dia dos Professores, um dia muito especial pra mim.

Quem lê o blog desde o começo já sabe que eu tenho uma admiração enorme por essa profissão, e que, desde que meus filhotes iniciaram suas vidas escolares, eu tenho sido muito feliz com as profes queridas que cruzaram os nossos caminhos.

Além dos meus filhos aprenderem tantas lições importantes, eu acabo aprendendo muito com cada uma delas, sempre. Este ano, em especial, uma professora foi muito, muito importante pra mim.

Quando a conheci, não gostei da ideia de tê-la como professora do meu pequeno. Não porque ela não ser legal, mas por uma expectativa frustrada mesmo. Eu já conhecia e gostava muito das duas professoras que lecionavam na série que seria do meu filho, e estava muito feliz com a possibilidade dele ser aluno de qualquer uma das duas. Mas aí a escola fez uma mudança, uma professora nova entrou e meu filhote ficou na sala dela. Foi um balde de água fria pra mim, mas eu aceitei sem questionar ou pedir pra mudar de sala, porque acredito muito que Deus está por trás dessas escolhas também.

Esse sentimento permaneceu comigo por um tempo, e nos contatos rápidos que tivemos eu passei a achá-la legal, mas só, nada demais.

Até o dia da nossa primeira reunião individual. Nesse dia, ela me surpreendeu muito, e mudou minha relação com meu filho, sem nem saber.

Enquanto ela descrevia alguns traços da personalidade dele, e me chamava a atenção para os pontos que precisavam ser trabalhados, eu percebi como ela era atenta a seus alunos. Como ela estava observando cada pequeno detalhe, cada comportamento, cada reação. E foi então que percebi que meu olhar sobre o meu filho precisava de ajustes. Percebi que eu estava agindo com ele da mesma forma que agia com sua irmã, levando ele meio que “no vácuo”, e muitas vezes não fazendo um esforço para valorizar a sua individualidade e as características particulares dele. Claro que não o tempo todo, mas especialmente nas atividades que fazíamos juntos, em casa, era quase sempre o que ela gostava, o que ela queria, e muitas vezes eu nem perguntava pra ele se era o que ele queria fazer.

A ficha caiu durante aquela reunião, e eu saí de lá tonta. Entrei no carro e chorei, chorei muito. Me senti muito mal, aquele sentimento de pior mãe do mundo que a gente sente quando sabe que falhou, que poderia ter feito melhor.

Mas depois que passou esse efeito da culpa, eu percebi que eu podia mudar, e comecei a fazer isso já no dia seguinte. Mudei completamente minha abordagem, passando a dar a ele tanto espaço quanto a ela, prestando mais atenção aos seus gostos, suas preferências. Nos primeiros dias foi um pouco atrapalhado pra equilibrar, ajustar, mas em pouco tempo nós três havíamos nos adaptado e foi lindo ver o resultado que trouxe pra todos nós.

A profe logo notou os resultados também na sala de aula, e desde então nós estamos trabalhando em parceria, e tem sido muito, muito legal.

E eu nem preciso dizer o quanto passei a gostar dela, né? :) A vida também me ensina sempre novas lições.

Um professor que ama seu trabalho vai muito além de ensinar os números e letras, porque sua influência sobre seus alunos é muito grande. Quando um professor ensina com carinho, trata seus alunos com afeto e dedica-se de coração à sua profissão, ele não está apenas formando um bom estudante, está também, em parceria com a família daquela criança formando uma boa pessoa.

Eu sei que ainda tenho muito a aprender, e espero de verdade que professores especiais continuem passando pela vida dos meus filhos pra ensinar mais e mais a nós todos.

A todos os professores que compreendem e abraçam essa missão, eu deixo meu agradecimento, minha profunda admiração e meu carinho. Obrigada e um Feliz Dia dos Professores pra vocês. :)

***

Vou aproveitar a homenagem e mostrar os presentes que as nossas profes queridas ganharam este ano: vasinhos com suculentas, decorados pelas crianças (além de carimbinhos personalizados, obviamente).

A ideia foi da minha amiga Roberta, e eu achei bem legal, porque queria que eles tivessem uma grande participação no presente.

Então compramos vasinhos de cerâmica simples.

profes10E deixei cada um escolher as cores que queriam usar, entre as tintas spray que eu tinha em casa.

profes09Essa parte foi mais difícil do que eu pensava que seria, porque eles ainda não tem a força necessária pra apertar o spray e direcionar o jato de tinta ao mesmo tempo. Acabei eu pintando os vasinhos dele, e dela eu ajudei bastante, até porque fiquei com medo deles inalarem o produto acidentalmente.

Como estava um dia de sol e muito calor, os vasinho secaram rapidinho, enquanto eles mataram o tempo fingindo que molhavam as plantas do jardim, quando na verdade era só uma desculpa pra se encher de lama, e então passamos para a segunda etapa.

Em uma lojinha de materiais para bijoux eu comprei pedrarias, dessas que tem um lado liso, pra serem coladas. Cada um separou as pedras que gostaria de colar nos vasos das suas profes, e foi bem legal, eles dividiram numa boa, sem conflitos.

profes08Eu escolhi usar uma cola branca de secagem rápida, que uso pra trabalhar. Ela é importada. O ideal seria usar uma cola rápida pra artesanato (daquelas que são como Super Bonder, mas colam de tudo), mas com certeza eles teriam colado os dedos nas pedras, nos vasos e nos outros dedos também, e isso não é legal.

Com essa cola a gente tinha que colar pedrinha por pedrinha, e segurar o vaso por um minutinho pra que a cola não escorresse, então foi um exercício de paciência pra todo mundo, inclusive pra mim… rs… mas eles esperaram até terminar tudinho.

Como é uma cola segura, ela aplicou sozinha, ele com alguma ajuda conseguiu, porque o tubo é bem duro de apertar mesmo.

profes07Eles foram selecionando a ordem das pedras e eu ajudava indicando mais ou menos o espaçamento, e segurando os vasos na horizontal até a cola secar um pouco.

Depois colocamos no sol pra cola secar bem, e no final do dia plantamos juntos as suculentas que eu escolhi na lojinha. Elas não são as minhas preferidas, apesar de lindas, mas são mais resistentes e as chances de chegarem até as profes com todas as folhas eram maiores do que nas outras espécies. :)

Decoramos com as tags e ficou bem bonitinho.

profes0115

profes01

profes05

profes02

profes0410

profes04

profes03

profes0210

profes0310

profes0510E os carimbinhos foram embalados em saquinhos decorados.

profes06Eu achei que as profes ficaram muito felizes, e as crianças ficaram muito orgulhosas de terem feito os presentes “quase” sozinhas. :)

Sei que pra este ano não será mais possível aproveitar a ideia, mas vou deixar o link pra outras ideias aqui, para anos futuros.

Em 2012 a gente também presenteou as profes com vasinhos de flores, mas esses eram feitos de latas de leite, e pintados com tinta pra lousa, lembra? Só muita atenção para a grafia correta da palavra “florescer”, que eu só percebi depois de tirar as fotos, e tive que refazer tudo.

Em 2013 fizemos ecobags carimbadas com maçãs, as crianças também ajudaram, e o resultado ficou bem legal.

Em 2011 eu fiz bastidores decorados com bandeirinhas e carimbados com tinta pra tecido, e foi também quando minha produção de carimbos começou, graças à sugestão da Nana, do Nesta Data Querida.

E você, tem alguma ideia bacana pra presentear os professores? Inventou alguma coisa diferente este ano? As crianças ajudaram? Divida comigo! Precisarei de ideias legais para o ano que vem. :)

Lahna :)