uma cama de menina grande

Comentários 7 Padrão

Estou decorando um quarto de menina de uma garotinha que vai sair do berço e passar para sua primeira cama.

E nos últimos tempos tenho pensado muito em qual cama deveria fazer parte deste novo quarto.

Num primeiro momento pensei em uma cama elevada  da Tok Stok que tem escada, escorregador e que, se colocar um tecido (que é vendido separadamente) na parte de baixo, ainda vira uma cabaninha. Acho que é o sonho de toda criança ter uma cama assim.

Mas acho que essa garotinha ainda é muito pequena pra essa cama.

Olha só a altura do tombo, gente, é muito arriscado. Eu só consigo pensar na época do desfralde, a menina querendo sair da cama correndo pra fazer xixi… que desastre. Isso não tem como dar certo pra uma criança da idade dela. Aí fiquei pensando que com uma cama dessas não tem criado mudo pra deixar um copo d’água ou pra apoiar um abajour.

Enfim, parei pra pensar melhor e cheguei à conclusão que o melhor seria uma caminha de solteiro, mas não de criança pra ela. Algo que se possa aproveitar por mais tempo. Assim, remodelar o quarto quando ela crescer um pouco fica mais fácil e mais barato também.

Então, saí em busca de móveis e principalmente de uma cama de solteiro e de novo me vi no mesmo dilema: quase tudo é branco.

Até encontrei algumas opções bem lindas em branco (e outras que considerei pintar) mas eu já tinha feito a minha cabeça pra madeira natural, então continuei pesquisando.

Um dia encontrei, na Tok Stok mesmo, um jogo de quarto bem neutro, simples e bonito.

Gostei muito da cômoda, do guarda-roupas e do criado mudo. Mas de cara tive um problema com a cama, que é na verdade um móvel que serve como sofá também, por isso ele tem três lados fechados (aliás, um deles completamente fechado).

Apesar de ser uma vantagem nessa transição do berço pra cama, por outro lado limita muito a disposição da cama no quarto, já que ela só vai ficar boa se estiver com a lateral encostada numa parede. E tá, além disso eu não vi muita graça nela, não.

Já que tinha bastante tempo pela frente, decidi deixar a idéia amadurecer, sem pressa nenhuma, pra ver se aparecia uma idéia melhor.

Uma noite, sem conseguir dormir, comecei a pensar no assunto e de repente, assim, do nada, eu sabia exatamente o que queria. Fiquei tão animada que levantei e fui pro computador pesquisar blogs de decoração (não sei porque eu faço isso, porque aí de uma vez que eu perco o sono) em busca de camas de ferro.

Eu acho camas de ferro lindas, delicadas e femininas, e uma cama de ferro seria a combinação perfeita para os outros móveis que eu gostei e pra todo o feeling que idealizei pro quarto. Sabe quando você sabe que encontrou a solução perfeita? Então, foi bem assim que eu me senti.

Depois de abastecida a cabecinha com inspirações lindas, fui à caça.

Primeiro fiquei empolgada com a idéia de encontrar uma cama de ferro vintage, por isso fui até o Mercado das Pulgas e um outro antiquário, mas minha busca foi frustrada. Encontrei dezenas de camas tubulares (argh!) dos anos 80 e uma cama de ferro feiazinha de casal.

Depois fiquei animada com a possibilidade de haver uma cama da família em algum lugar numa fazenda lá no interior. Uma cama que foi da tataravó da garotinha. Sim, imaginem só que romântico seria restaurar a cama de ferro da tataravó pra usar no quartinho dela. Mas enfim, a tal cama foi doada pra alguém em algum momento entre o casamento da tataravó e o dia de hoje. Só Deus sabe pra quem foi, se ainda existe, se ainda está inteira, enfim… esquece a idéia romântica (suspiros) e plano C, vamos comprar uma cama nova.

O horror, o horror! Tudo de muito mau gosto e assim digamos, uma pechincha. Encontrei pela internet duas camas que pareciam um pouco com o que eu tinha em mente, uma em Minas e outra em São Paulo. As duas com precinhos em torno de R$ 2.000,00 (fora o frete)… pode isso?

Ok, hora de colocar em prática o plano D: vamos mandar fazer a cama.

Encontrei anúncios de um fornecedor que é especializado em camas de ferro. Consegui falar com ele por telefone, que já me adiantou que por menos de R$ 1.200,00 não sairia, independente do modelo. Mesmo assim resolvi tentar um orçamento, mas o cara não tem e-mail e não conseguiu apertar o botão de iniciar do fax o que, digamos assim, dificultou um pouco a nossa comunicação.

Tentei então com um serralheiro que já tinha feito outros serviços pra mim e bingo! Ele disse que faz.

Na verdade, ele disse que só fez pra ele e pra alguns familiares até hoje, mas que faria pra mim. Sim, sim, sim!!! E o melhor: por menos da metade do orçamento do tio que não tem e-mail e não sabe receber fax!

Enfim, tudo isso é pra contar que hoje ele veio aqui e nós acertamos os detalhes da cama. E eu estou insegura, principalmente com as medidas e alturas todas, por que eu nunca encomendei uma cama antes na vida, sempre comprei elas prontas, mas também estou bem animada e pensando que a cama vai ser linda!

E se tudo der certo em 30 dias ela vai estar pronta!

E é isso.

Essa é a história da cama.

Não é uma história centenária, dos sonhos que a tataravó da garotinha sonhou enquanto dormia, das lágrimas que ela chorou no travesseiro quando o primeiro amor acabou, nem dos segredos que ela escondeu dos pais embaixo do colchão, definitivamente. Mas é uma história fresquinha e com muitas e muitas páginas em branco pra contar as aventuras de uma garotinha.

:)

7 comentários sobre “uma cama de menina grande

  1. Oi, sis!

    O blog está lindo, a foto maravilhosa, adorei!
    Parabéns!!!
    Que seja um sucesso, abra portas, traga coisas boas.
    Só achei os posts um pouco longos. Food for thought.

    Beijos mil, com amor,
    Sis

    Curtir

  2. vc pode me passar o telefone deste s.??? Minha filha de 6 anos quer muito uma cama de ferro azul…pode? rs…estou desesperada é muito caro…ou se vc puder me enviar de qual cidade sua amiga Cecilia se refere….eu agradeço muiiiito! Parabéns pelo blog.

    Curtir

  3. Pingback: o quarto da pequena artista – parte 1 | Casa com Amor

  4. Lahna, Olá! Acompanho seu blog e é tudo sempre de muito bom gosto e inspirador! Também moro em Curitiba e gostaria de saber se você se importa de passar o contato do serralheiro que fez essa caminha linda de ferro pra sua menina. Chegou a hora de trocar o berço da minha por uma cama, e gostaria muito de uma nesse estilo. Já pesquisei e os preços são realmente um absurdo, aí lembrei do seu post… Obrigada e tudo de bom!

    Curtir

Tem algo para comentar?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s